domingo, 31 de janeiro de 2010

Campeonato Mineiro - 2ª rodada

Mais uma vez abrindo a rodada, o Ipatinga recebeu o Cruzeiro no Minerão e surpreendeu o mistão do atual campeão Mineiro. Com gols de Thiago Mathias e Francismar no primeiro tempo e Luizinho no segundo, o Tigre conquistou os primeiros pontos na competição.

Ainda no sábado, o Coelho visitou o Uberlândia e venceu o time da casa em pleno Parque do Sabiá, de virada, por 3 a 1. O time do triângulo saiu na frente com Maicon no primeiro tempo. Na segunda etapa, o América voltou com tudo e virou o placar. Euller marcou dois e Moisés sacramentou a vitória americana.

No domingo, dois jogos terminaram com placares em branco. América de Teófilo Otoni e Ituiutaba não saíram do zero em Teófilo Otoni, assim como Uberaba e Caldense. O Democrata de Valadares recebeu o Villa Nova e venceu por 1 a 0 com gol de Eraldo aos 17 minutos da etapa inicial.

Galo versus Galo

Filipe Frossard Papini
@BrasiLyonnais / @FilipeDidi


FOTO: Superesportes.com

Na tarde de forte calor desse domingo, o Atlético encarou o Tupi, de Juíz de Fora. Luxemburgo preferiu não levar Obina para o jogo. O ex-palmeirense, juntamente com Cáceres deve estrear na semana que vem, frente ao Ipatinga.

O Galo da capital entrou sem nenhum volante de marcação forte. Jonílson, que foi expulso no último jogo, deu lugar a Fabiano. Dessa forma, o genro de Luxa, juntamente com Correa (que ficou um pouco mais postado), Ricardinho e Evandro, davam muito movimento ao meio campo. Muriqui também buscava jogo, assim como Tardelli, que diversas vezes apareceu apertando a saída de bola do time interiorano.

A rotatividade que o setor ofensivo proporcionava, resultou em uma enorme posse de bola. A trave do inseguro goleiro Eládio chegou a balançar duas vezes, com Diego Tardelli. Contudo, quem abriu o placar foi o Galo Carijó. Róbson, aos 27, depois de cobrança de escanteio e falha de marcação da defesa.


FOTO: Globoesporte.com

O time de Luxa não se abateu, e quando já estava começando a ser vaiado por parte dos torcedores no Mineirão, conseguiu empatar, antes mesmo do intervalo. Evandro sofreu pênalti convertido por Tardelli.

O empate foi providencial para que o time voltasse com moral para a etapa final. A pressão atleticana continuava firme, e o técnico adversário, Leonardo Condé, fazia o correto: colocar o Tupi para jogar em contra-ataque.

Notando que o time, principalmente no meio-campo, já não rendia a mesma coisa do início da partida, luxa fez duas trocas: Saíram Fabiano e Evandro, e adentraram Renan Oliveira, juntamente com Marques, proporcionando um novo ânimo ao time da capital.

Nesse instante, Luxemburgo testava o 4-3-3 que vinha citando durante toda a semana. O esperado Obina ainda não era a estrela do trio, mas Marques, o ídolo da torcida, entrou com fome de garoto.

Não durou muito para que as mudanças fizessem efeito. Renan Oliveira sofreu falta na intermediária. Coelho cobrou de forma primorosa e marcou um belo gol. Atlético 2 a 1.

Com domínio e superioridade no placar, a torcida atleticana poderia achar que o jogo estava em mãos. Engano! O Tupi chegou ao empate, justamente pela principal jogada do time, o contragolpe. Róbson, em disparada, entrou na área e arrematou no canto. Carini conseguiu chegar à bola, mas Ademilson estava bem posicionado para pegar o rebote.

Mas na saída de bola, sem tempo para a torcida carijó comemorar, Muriqui tranquilizou a massa alvinegra. Werley em velocidade cruzou para o atacante marcar de joelhos. Era o desempate do Atlético, que manteve a boa postura em campo, até o fim do embate.


FOTO: LanceNet

O Atlético mostrou que tem um grupo forte, ao mesmo tempo em que o Tupi, jogando consciente, também mostrou a força do interior. Foi nítida a evolução na qualidade de jogo do time da capital mineira em comparação com a primeira partida. A tendência é melhorar ainda mais, principalmente depois da chegada de Cáceres, a versatilidade de Zé Luis e a imponência de Obina. Basta a torcida ter calma, e deixar o professor Luxemburgo trabalhar.

Australian Open - Dia 14


Federer campeão pela quarta vez

Pela quarta vez na carreira, o suíço Roger Federer levantou o troféu do Australian Open. O décimo sétimo Grand Slam da carreira de Federer, foi em cima do britânico Andy Murray.

No segundo encontro entre os dois tenistas em uma final de Grand Slam, Murray começou pressionando e forçando alguns erros de Federer, que precisou contar com a ajuda do saque para manter o serviço. Aos poucos, o suíço foi impondo seu ritmo e controlando o set. Com uma quebra de vantagem ele venceu o primeiro set em 6/3.

O britânico pareceu ter sentido a derrota na primeira parcial e começou mal o segundo set. Roger Federer aproveitou esse fato e partiu pra cima de Murray que se defendeu enquanto pode, mas não segurou o numero um que venceu o segundo set por 6/4.


No terceiro ser Murray estava disposto a se recuperar e tentar uma virada. Jogando bem, assim como no começo do jogo, ele quebrou o saque de Federer e chegou a sacar para vencer o set, mas Federer quebrou e partiu pra cima para vencer o set no tie break.

Fotos retiradas do site oficial do torneio

sábado, 30 de janeiro de 2010

Australian Open - Dia 13

A americana Serena Williams conquistou nessa manhã o seu quinto título no Australian Open, sendo o segundo seguido e o quarto em seis anos. Na final, Serena derrotou a belga Justine Henin, que participava de seu primeiro Grand Saln desde que anunciou sua volta ao circuito de tênis.

O jogo foi equilibrado, com a americana aparecendo melhor nos momentos cruciais. No primeiro set ela venceu por 6/3. No segundo, Henin acordou pro jogo, conseguiu equilibrar a partida e superou Serena por 6/3. No set final, a belga não aguentou o ritmo e sentiu a recente volta no circuito. Bom pra Williams que aproveitou pra vencer por 6/2 e consagra-se novamente campeã em terras australianas.

RESULTADOS

Feminino

[1] S Williams (USA) d [WC] J Henin (BEL) 63 36 62

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Australian Open - Dia 11

Pela segunda vez em sua carreira, o britânico Andy Murray vai disputar uma final de Grand Slam em sua carreira. Sua vaga foi garantida após ele bater o croata Marin Cilic por 3 sets a 1 na quadra central do complexo de Mulburne Park. Murray aguarda o vencedor de Roger Federer e Jo-Wilfried Tsonga, que jogarão na manhã desta sexta-feira decidindo a outra vaga.

No feminino a final está definida. Mesmo tendo duas representantes nas semi finais, a China ficou sem chance de disputar o títula. No primeiro jogo do dia, Serena Williams superou Na Li em dois tiebreaks e vai jogar contra Justine Henin, que passeou e não deu chances para Jie Zheng e voltará a disputar uma final de Grand Slam desde de o US Open de 2007. A final feminina será realizada no sábado, a partir das 06:30 da manhã, hora de Brasília.

RESULTADOS
Masculino

[5] A Murray (GBR) d [14] M Cilic (CRO) 36 64 64 62

Feminino

[1] S Williams (USA) d [16] N Li (CHN) 76 76
[WC] J Henin (BEL) d J Zheng (CHN) 61 60

quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

Australian Open - Dia 10

Na chave masculina, o Novak Djokovic tinha a chance de assumir o segundo lugar no ranking da ATP caso chegasse à final, porém sérvio perdeu de virada para o francês Jo-Wilfried Tsonga e foi eliminado. Tsonga joga agora contra o numero 1 Roger Federer, que despachou o russo Nicolay Davydenko por 3 sets a 1. Depois de perder o primeiro set jogando mal, Federer se recuperou, passou a comandar o jogo e venceu os três sets seguintes, assegurando sua vaga na semifinal onde enfrentará Tsonga. Marin Cilic e Andy Murray farão a outra semifinal.

Uma irmã avançou a outra caiu, mas ambas suaram muito em jogos com mais de duas horas de duração. Venus perdeu de virada para a chinesa Na Li e deu adeus ao Australian Open. Já a cabeça de chave 1 teve muita dificuldades mas venceu a bielorussa Victoria Azarenka e avançou as semifinais para enfrentar a chinesa. Na outra semifinal, a também chinesa Jie Zheng joga contra a experiente Justine Henin.

RESULTADOS
Masculino

[1] R Federer (SUI) d [6] N Davydenko (RUS) 26 63 60 75
[3] N Djokovic d [10] J Wilfried Tsonga (FRA) 76 67 16 63 61

Feminino
[16] N Li (CHI) d [6] V Williams (USA) 26 76(4) 75
[1] S Williams d [7] V Azarenka (BLR) 46 76(4) 62

terça-feira, 26 de janeiro de 2010

O que rola no mês de Fevereiro

Jogos Olímpicos de Inverno

Também conhecido como Olimpíadas de Inverno, os Jogos Olímpicos de Inverno 2010 ocorrerão entre 12 e 28 de Fevereiro e serão realizados na cidade de Vancouver, no Canadá, com algumas modalidades sendo competidas em Whistler, também em território canadense. São 97 países representados nas 15 modalidades e seus diferentes eventos. No total, serão 86 medalhas em jogo, tanto para o masculino, tanto para o feminino. A única mudança dessa edição para a edição passada, realizada em Turin, é a inclusão da categoria skycross, na modalidade esqui estilo livre, tanto para homens quanto para as mulheres.

Copa do Brasil

Começará no dia 10 de Fevereiro o caminho mais curto para um time brasileiro chegar a Taça Libertadores da América e já no primeira quarta-feira de jogos, teremos vários times grandes em ação como: Altético-MG, Grêmio, Palmeiras e Vasco. O modo de disputa é o mesmo dos anos anteriores. Serão 64 times de todos os estados brigando pelo título e a vaga para a maior competição do continente.

Uefa Champions League

A fase de mata-mata do maior torneio de clubes da Europa começa prometendo muitas emoções e grandes duelos entre os maiores clubes do velho continente. No segundo mês do ano serão realizadas as partidas de ida das oitavas de finais. Veja os confrontos abaixo:

16/02 - 16:45
Lyon x Real Madrid
Milan x Man Utd

17/02 - 16:45
Porto x Arsenal
Bayern de Munique x Fiorentina

23/02
- 16:45
Sttutgart x Barcelona
Olympiacos x Bordeaux

24/02
- 16:45
Inter de Milão x Chelsea
CSKA Moscou x Sevilla


Super Bowl

O maior evento esportivo do Estados Unidos acontecerá no dia 7 de Fevereiro no Sun Life Stadium, em Miami, Flórida. O Indianapolis Colts e o New Orleans Saints foram os melhores times da temporada regular, venceram seus jogos nos playoffs e chegaram com méritos para essa final que promete ser espetacular. A transmissão para o Brasil será feita pela ESPN, que enviará seus narradores para cobrir o jogo in loco, e pelo Bandsports.

segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Australian Open - Dia 8

Cada vez mais o torneio vai se afunilando e sobrando apenas os melhores. No segundo de oitavas de final da chave masculina, Roger Federer e Novak Djokovic passaram sem sufocos e sem perder sets. Nas outras partidas foram necessários 5 sets para definir os vencedores. O russo Nikolay Davydenko não mostrou um tênis consistente mas passou por Fernando Verdasco. Já o francês Jo-Wilfried Tsonga, finalista em 2008, sofreu para passar espanhol Nicolas Almagro no quinto set com parcial de 9/7.

No feminino, a surpresa do dia ficou pela eliminação da cabeça de chave Caroline Wozniacki, que foi derrotada pelo chinesa Na Li em sets diretos. As irmãs Williams também avançaram e se classificaram para as quartas de finais. A outra classificada é a bielorussa Victoria Azarenka.

Na madrugada de hoje se enfrentam pelas quartas de finais da chave masculina Roddick contra Cilic e Nadal contra Murray. No lado feminino os jogos são Justine Henin contra Nádia Petrova e Maria Kirilinko contra Jie Zheng.

RESULTADOS
Masculino

[1] R Federer (AUS) d [22] L Hewitt (AUS) 62 63 64
[3] N Djokovic (SRB) d L Kubot (POL) 61 62 75
[6] N Davydenko (RUS) d [9] F Verdasco (ESP) 62 75 46 67(5) 63
[10] J Tsonga (FRA) d [26] N Almagro (ESP) 63 64 46 67(6) 97

Feminino

[1] S Williams (EUA) d [13] S Stosur (AUS) 64 62
[7] V Azarenka (BLR) d [9] V Zvonareva (RUS) 46 64 60
[6] V Williams (EUA) d [17] F Schiavone (ITA) 36 62 61
[16] N Li (CHN) d [4] C Wozniacki (DIN) 64 63


Campeonato Mineiro - 1ª rodada

A rodada começou na quarta feira, em jogo antecipado por causa da estréia na Libertadores, o Cruzeiro não deu chances e massacrou o Uberlândia no Minerão com gols de Kleber(3), Thiago Ribeiro, Diego Renan e Claúdio Caçapa.

No sábado, o Tupi recebeu o Ipatinga e também venceu. O gol do time de Juiz de Fora foi marcado por Ademilson logo no começo do segundo tempo.

No domingo quatro jogos fecharam a primeira rodada. Na Fazendinha, O ituiutaba perdeu por 3 a 0 para o Uberaba, gols de Rafael Ipuã e André Nascimento marcando duas vezes.

No jogo mais esperado da rodada, América e Atlético fizeram um bom clássico, com várias oportunidades de gol pra ambaas as equipes. Logo aos 5 minutos o Coelho abriu o marcador com um belo chute de fora da área de Rodrigo. O Atlético demorou a se recuperar o gol, e quando pressionava o América teve Jonílson expulso. Na volta do intervalo, o técnico Vanderlei Luxemburgo colocou o volante Fabiano no lugar de Evandro, que pouco criou enquanto esteve em campo. Após a expulsão de Nando, do América, o Galo aumentou a pressão e empatou com Fabiano, depois de cruzamento de Muriqui. A pressão alvinegra continuou, porém o América levava perigo nos contra ataques, obrigando o goleiro Aranha, até então criticado pela torcida, a fazer excelentes intervenções. A melhor oportunidade de gol da segunda etapa foi com Danilo, do Coelho, que recebeu lançamento, driblou o goleiro Aranha mas foi desarmado na hora H pelo equatoriano Jairo Campos.

Nos outros jogos da rodada, dois empates. O América de Teófilo Otoni estreou na primeira divisão com empate diante do Villa Nova, em Nova Lima. Já em Poços de Caldas, Caldense e Democrata de Governador Valadares não saíram do 0 a 0.


RESULTADOS

Cruzeiro 6 x 0 Uberlândia
Tupi 1 x 0 Ipatinga

Ituiutaba 0 x 3 Uberaba

Caldense 0 x 0 Democrata

América 1 x 1 Atlético

Villa Nova 1 x 1 América-TEO

Colts e Saints vão ao Superbowl

No dia 7 de fevereiro, Colts e Saints se enfrentarão no Sun Life Stadium,em Miami, para definir quem será o grande campeão do Superbowl XLIV. As duas equipes vencedoras jogaram em casa e em um alto nível, protegendo bem a bola para alcançar a vitória.
D. Brees e P. manning serão os protagonistas do Superbowl XLIV- NFL

Para chegar à decisão, o Indianapolis Colts passou pelo New York Jets em casa. Os Jets começaram muito bem na defesa, segurando as campanhas dos Colts e colocando muita pressão no QB Payton Manning. Em começo de jogo inspirado, Mark Sanchez liderou o time da “Big Apple” em belas campanhas que resultaram em dois touchdowns para os Jets e um Field Goal , enquanto os Colts conseguiram apenas dois Field Goals. Isso até o “Two Minute Warning”, quando Manning lançou dois lindos passes para o novato Austin Collie, sendo um deles pra TD diminuindo a vantagem.

No segundo tempo, os Colts voltaram avassaladores no ataque e na defesa. Botando pressão em Sanchez, a defesa evitava que os Jets avançassem e com o ataque funcionando bem, achando espaços na secundaria do nova York, o time da casa aproveitou e marcou dois TDs, ambos com passe de P. Manning. Com uma interceptação de Mark Sanchez, faltando menos de três minutos para o final, os Colts praticamente asseguraram sua vaga para o Superbowl.

No outro jogo, os Saints venceram os Vikings na prorrogação em uma partida dramática no Superdome, em Nova Orleans. O primeiro tempo foi equilibradíssimo, com os ataques prevalecendo sobre as defesas. Resultado disso foram seis touchdowns, três pra cada lado e o jogo foi pro intervalo empatado em 14 a 14.

Na volta pro jogo, os Saints marcaram mais um TD em sua primeira posse ficando novamente em vantagem. Incomodado pelo barulho da torcida, os Vikings aparentavam dificuldades na comunicação, mas responderam logo e empataram a partida na posse de bola seguinte com um touchdown através de uma corrida do HB Adrian Peterson. Apesar de cometer vários turnovers, os Vikings conseguiram se manter na partida graças a excelente atuação de sua defesa, que conseguiu controlar o ataque de New Orleans. No começo do ultimo quarto, D. Brees lançou mais um TD, dessa vez para Reggie Bush, e colocou o time da casa novamente em vantagem. Mas mais uma vez essa vantagem durou pouco tempo, e terminou com mais uma corrida de Adrian Peterson que anotou seu terceiro TD no jogo.

Na ultima posse de ataque dos Vikings, o time estava em uma posição para um Field Goal um pouco longo para a tentativa de Ryan Longwell, sendo assim, Brett Favre arriscou um passe no meio do campo e foi interceptado por Tracy Porter, dos Saints, levando o jogo para a prorrogação.

Com a vitória no cara ou coroa, os Saints começaram com a posse de bola e foram atravessando o campo com tranqüilidade, até chegar na linha de 22 jardas do campo de ataque, quando o kicker Garret Hartley entrou em campo para acertar o Field Goal de 40 jardas da vitória dos Saints por 31 a 28.

domingo, 24 de janeiro de 2010

Será a salvação do basquete masculino brasileiro


Rubém Magnano durante apresentação - Globo

Com a chegada do treinador argentino campeão olímpico em 2006 com a seleção argentina Rubén Magnano, o basquete brasileiro ganha uma nova esperança de voltar a ter a força que tinha no final da década de 80 e começo da década de 90 e quem sabe poder sonhar de novo com títulos internacionais.

Magnano chega visando trabalhar um time durante todo o ciclo até as Olimpiadas de 2012, em Londres. Até lá, o argentino terá pela frente o Mundial desse ano, que será realizado na Turquia em agosto e do Pré-Olímpico que acontecerá em 2011. A geração é boa e com vários nomes fazendo sucesso no basquete internacional.

Durante sua coletiva de apresentação, o técnico Rubén Magnano disse que passará alguns dias no Estados Unidos e na Europa para conversar com os jogadores brasileiros que atuam fora do Brasil. Para começo de trabalho, Magnano vai acompanhar a seleção sub-18, que jogará o Sul-Americano na Colômbia.

Segundo o novo treinador, a criação e difusão da Liga de Basquete NBB (Novo Basquete Brasil) é um grande passo para o basquete voltar a ser um esporte grande entre os brasileiros.

Rubém Magnano tem 55 anos e é natural de Villa María. Começou sua carreira de treinador de basquete da Asociación Deportiva Atenas, de Córdoba. Em 2000 assumiu o controle da seleção principal da Argentina onde conquistou a medalha de ouro nas Olimpíadas de Atenas, em 2004. Alem do titulo olímpico, Magnano foi vice campeão no Mundial de Basquete em 2002.

Australian Open - Dia 7

Uma semana se passou e o nível técnico dos jogos só aumenta. Vide a qualidade das partidas de hoje em Melburne.

Na chave masculina, o cabeça de chave Juan Martin Del Potro caiu em 5 sets para o croata Marin Cilic e deu adeus a disputa do torneio. Cilic agora enfrenta Andy Roddick, que passou de virada e também em 5 sets pelo chileno Fernando Verdasco. Na outra quartas de final da parte debaixo da chave, o espanhol Rafael Nadal vai enfrentar o britânico Andy Murray. Ambos os tenistas eliminaram os lideres em aces do torneio, Ivo Karlovic e John Isner.

No lado feminino do torneio, a russa Nádia Petrova superou sua compatriota Svetlana Kuznetsova, cabeça de chave 3, e avançou no torneio. Petrova foi a única cabeça de chave que avançou hoje, as outras classificas são a belga Justine Henin, a chinesa Jie Zheng e a russa Maria Kirilenko.

RESULTADOS DO 7° DIA
Masculino

[2] R Nadal (ESP) d I Karlovic (CRO) 64 46 64 64
[14] M Cilic (CRO) d [4] J Martin Del Potro (ARG) 57 64 75 57 63
[5] A Murray (GBR) d [33] J Isner (EUA) 76(5) 63 62
[7] A Roddick (EUA) d [11] F Gonzalez (CHI) 63 36 46

Feminino

M Kirilenko (RUS) d [2]D Safina (RUS) 5/4 abandono
J Henin (BEL) d Y Wickmayer (BEL) 76(3) 16 63
[19] N Petrova (RUS) d [3] S Kuznetsova (RUS) 63 36 61
J Zheng (CHN) d [31]A Bondarenko (UCR) 76(5) 64

sábado, 23 de janeiro de 2010

Australian Open - Dia 6

Nenhum tenista da chave masculina que jogou no sexto dia teve dificuldade para vencer, sem contar que tivemos dois abandonos, de S. Koubek e m. Baghdatis, e um w.o do russo M. Youhzny. QUem jogou o jogo completo, jogou apenas três sets. A exceção foi o francês Jo-Wilfried Tsonga, que perdeu um set para o alemão Tonny Hass.

No lado feminino, as principais cabeças de chave do torneio avançaram. Apenas a polonesa Agnieska Radwanska caiu diante da italiana Francesca Schiavone em sets diretos.

RESULTADOS DO 6° DIA
Masculino

[1] R Federer (SUI) d [31] A Montanes (ESP) 63 64 64
[3] N Djokovic (SRB) d D Istomin (UZB) 61 61 62
[6] N Davydenko (RUS) d [30] J Monaco (ARG) 60 63 64
[9] F Verdasco (ESP) d [Q] S Koubek (AUT) 61 ret.
[10] J Tsonga (FRA) d [18] T Haas (GER) 64 36 61 75
L Kubot (POL) d [20] M Youzhny (RUS) w/o
[22] L Hewitt (AUS) d M Baghdatis (CYP) 60 42 ret. (ombro direito)
[26] N Almagro (ESP) d A Falla (COL) 64 63 64

Feminino

[1] S Williams (EUA) d [32] C Suarez Navarro 60 63
[4] C Wozniacki (DEN) d [29] S Peer(ISR) 6/4 6/0
[6] V Williams (EUA) d [WC] C Dellacqua 61 76(4)
[7] V Azarenka (BLR) d T Garbin(ITA) 60 62
[9] V Zvonareva (RUS) d G Dulko(ARG) 61 75
[13] S Stosur (AUS) d A Brianti(ITA) 64 61
[17] F Schiavone (ITA) d [10] A Radwanska(POL) 62 62
[16] N Li (CHN) d [22] D Hantuchova(SVK) 75 36 62

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

Australian Open - Dia 5

O quinto dia de competições terminou com um resultado chamando bastante atenção. A derrota da belga Kim Clijsters para a russa Nádia Petrova por 6/0 e 6/1 foi sem dúvida o resultado mais surpreendente até o momento. Clijsters não conseguiu se achar em quadra e foi derrotada em menos de uma hora na quadra Rod Laver. Já sua compatriota Justine Henin Hardenne venceu de virada a ucraniana Alicia Kleybanova e avançou no torneio, assim como a russa Svetlana Kuznetsova.

Na chave masculina, o espanhol Rafael Nadal perdeu seu primeiro set no torneio, mas avançou no torneio. Assim como Nadal, Andy Roddick e Juan Martín Del Potro também perderam set mas se classificaram. Os cabeças de chave Andy Murray, Fernando Gonzalez, John Isner e Marin Cilic também se classificaram.

Na rodada dessa madrugada, teremos um duelo interessante e que promete muito entre Lleyton Hewitt contra Marcus Baghdatis. Os dois jogam pela terceira rodada assim como em 2008, quando fizeram um jogo épico, também em um sábado e igualmente na quadra central. Naquela ocasião, o australiano venceu a partida que durou mais 2 horas e meia e só terminou às 04 horas e 34 minutos da manhã, horário australiano. Será que teremos outro jogo como esse?!?!?!

RESULTADOS 5° DIA
Masculino

[2] R Nadal (ESP) d [27] P Kohlschreiber (GER) 64 62 26 75
[4] J del Potro (ARG) d F Mayer (GER) 63 06 64 75
[5] A Murray (GBR) d F Serra (FRA) 75 61 64
[7] A Roddick (USA) d F Lopez (ESP) 67(4) 64 64 76(3)
[11] F Gonzalez (CHI) d E Korolev (KAZ) 67(5) 63 16 63 64
[33] J Isner (USA) d [12] G Monfils (FRA) 61 46 76(4) 76(5)
[14] M Cilic (CRO) d [19] S Wawrinka (SUI) 46 64 63 63
I Karlovic (CRO) d [24] I Ljubicic (CRO) 63 36 63 76(7)

Feminino

J Henin(BEL) d [27] A Kleybanova(RUS) 36 64 62
[2] D Safina(RUS) d E Baltacha(GBR) 61 62
[3] S Kuznetsova(RUS) d A Kerber(GER) 36 75 64
[31] A Bondarenko(UCR) d [8] J Jankovic(SRB) 62 63
[19]N Petrova(RUS) d [15] K Clijsters(BEL) 60 61
J Zheng(CHN) d [11] M Bartoli(FRA) 57 63 60
M Kirilenko(RUS) d R Vinci(ITA) 75 76(4)
Y Wickmayer(BEL) d S Errani(ITA) 61 67(4) 63

quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

Australian Open - Dia 4

O quarto dia em Melburne foi de jogos rápidos. Roger Federer e Fernando Verdasco, semi finalistas no ano passado, venceram em sets diretos e avançaram para a próxima fase, assim como Tsonga, Davydenko, Youzhny e Hewitt. O sérvio Novak Djokovic perdeu um set para o suíço Marco Chiudnelli mas também se classificou. O destaque do dia foi a partida entre Marcus Baghdatis e David Ferrer. Baghdatis contou com o apoio da torcida cipriota que sempre marca forte presença no Aberto da Austrália para superar de virada Ferrer. Na próxima fase Baghdatis enfrentará o australiano Lleyton Hewitt.

Na chave feminina foi dia de mais vitórias das irmãs Williams e da dinamarquesa Caroline Wozniacki. As outras cabeças de chave que jogaram hoje também venceram, com exceção da sérvia Ana Ivanovic e da alemã Sabini Lisicki, que caíram diante de Gisella Dulko e Alberta Brianti respectivamente.

RESULTADOS DO 4° DIA
Masculino

[1] R Federer (SUI) d V Hanescu (ROU) 62 63 62
[3] N Djokovic(SRB) d M Chiudinelli (SUI) 36 61 61 63
[6] N Davydenko(RUS) d [Q] I Marchenko (UKR) 63 63 60
[9] F Verdasco (ESP) d [Q] I Sergeyev (UKR) 61 62 62
[10] J Tsonga (FRA) d T Dent (USA) 64 63 63
M Baghdatis (CYP) d [17] D Ferrer (ESP) 46 36 76(4) 63 61
[18] T Haas (GER) d J Tipsarevic (SRB) 46 64 63 16 63
[20] M Youzhny (RUS) d J Hajek (CZE) 62 61 61
[22] L Hewitt (AUS) d [Q] D Young (USA) 76(3) 64 61
[26] N Almagro (ESP) d B Becker (GER) 64 62 36 46 63
[30] J Monaco (ARG) d M Llodra (FRA) 36 36 76(5) 61 63
[31] A Montanes (ESP) d S Robert (FRA) 46 67(3) 62 63 62
A Falla (COL) d M Granollers (ESP) 64 61 63
L Kubot (POL) d S Giraldo (COL) 64 36 63 61
[Q] S Koubek (AUT) d [Q] I Dodig (CRO) 76(4) 61 62
D Istomin (UZB) d M Berrer (GER) 75 63 64

Feminino

[1]S Williams (USA) d P Kvitova (CZE) 62 61
[4]C Wozniacki (DIN) d J Goerges (ALE) 63 61
[6]V Williams (EUA) d S Bammer (AUT) 62 75
[7]V Azarenka (BLR) d S Voegele (SUI) 64 60
[9]V Zvonareva (RUS) d I Benesova (CZE) 60 63
[10]A Radwanska (POL) d A Kudryavtseva (RUS) 60 62
[13]S Stosur (AUS) d K Barrois (ALE) 75 63
[17]F Schiavone (ITA) d J Coin (FRA) 63 64
[16]N Li (CHN) d A Szavay (HUN) 36 75 62
G Dulko (ARG) d [20]A Ivanovic (SRB) 6/7(6) 75 64
A Brianti (ITA) d [21]S Lisicki (ALE) 26 64 64
[22]D Hantuchova (SVK) d S Arvidsson (SUE) 64 61
[29]S Peer (ISR) d T Pironkova (BUL) 61 64
[32]C Suarez Navarro (ESP) d A Petkovic (ALE) 61 64
T Garbin (ITA) d Y Shvedova (KAZ) 6/7(5) 62 60

quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Australian Open - Dia 3

No terceiro dia de jogos, foi a vez dos tenistas da parte de baixo entraram em quadra em busca da vaga para a terceira rodada.

A partida entre Juan Martin Del Potro contra James Blake, na Hisense Arena, foi o destaque do dia pela braveza dos dois jogadores. Muita pancadaria, longas trocas de bola e um final emocionante com o quinto set terminando em 10 a 8 para o argentino. Nas outras partidas do dia apenas a derrota do checo Tomas Berdych pode ser considerada uma zebra. Nadal avançou com tranqüilidade, assim como Murray, Gonzalez e Cilic.

Para os brasileiros o dia foi de derrota. Thomaz Bellucci caiu diante de Andy Roddick, cabeça de chave 7, por 3 sets a 0 e está eliminado. O brasileiro começou bem, aprofundando bem as bolas e usando slices para controlar os pontos, porém quando Roddick impôs seu ritmo na partida dominou e passou a controlar o jogo, confirmando facilmente seus games de saque e dando trabalho para Bellucci que não conseguiu evitar a derrota na segunda maior quadra do complexo. A dupla brasileira formada por Marcelo Melo e Bruno Soares também está eliminada do torneio. Os brasileiros perderam para a dupla formada pelos argentinos Leonardo Mayer e Horacio Zeballos em sets diretos.

RESULTADOS DO 3° DIA
Masculino

[2] R Nadal (ESP) d L Lacko (SVK) 62 62 62
[4] J del Potro (ARG) d J Blake (USA) 64 67(3) 57 63 108
[5] A Murray (GBR) d M Gicquel (FRA) 61 64 63
[7] A Roddick (USA) d T Bellucci (BRA) 63 64 64
[11] F Gonzalez (CHI) d [LL] M Ilhan (TUR) 63 64 75
[12] G Monfils (FRA) d A Veic (CRO) 64 64 64
[14] M Cilic (CRO) d [WC] B Tomic (AUS) 67(6) 63 46 62 64
[19] S Wawrinka (SUI) d I Kunitsyn (RUS) 63 62 62
E Korolev (KAZ) d [21] T Berdych (CZE) 64 64 75
[24] I Ljubicic (CRO) d A Golubev (KAZ) 63 36 62 63
[27] P Kohlschreiber (GER) d W Odesnik (USA) 64 36 63 62
F Mayer (GER) d [29] V Troicki (SRB) 46 64 76(2) 61
[33] J Isner (USA) d [Q] L Sorensen (IRL) 63 76(4) 75
F Lopez (ESP) d R Schuettler (GER) 63 26 63 62
F Serra (FRA) d J Nieminen (FIN) 36 64 57 76(4) 75
I Karlovic (CRO) d J Benneteau (FRA) 26 61 63 63

terça-feira, 19 de janeiro de 2010

Prévia do Campeonato Mineiro 2010

Começa nesta quarta feira, 20, o Campeonato Mineiro 2010. Os 12 melhores times do estado entrarão em campo para brigar pelo título da septuagésima sétima edição do torneio.

O modo de disputa segue o mesmo do ano passado. Os doze times jogam todos contra todos em turno único. As oito melhores equipes se classificam para fase de mata-mata, que é disputada no formato de cruzamento olímpico (1x8, 2x7, 3x6 e 4x5) em jogos de ida e volta com os melhores classificados tendo a vantagem de jogar o segundo jogo em casa.

Abaixo tem as informações sobre os times que disputarão a competição em 2010

América
Estádio: Independência
Títulos: 15
Depois de vencer a Série C, o Coelho quer provar que continua em alta e brigar pelo título de igual pra igual com os outros dois times da capital. Além de manter a base do time que conseguiu o acesso no ano passado, o América contratou o experiente técnico Marco Aurélio, que já venceu o Supercampeonato Mineiro com o Cruzeiro.

América de Teófilo Otoni
Estádio: Nassri Matar
Títulos: Não possui
O time de Teófilo Otoni disputa pela primeira vez a primeira divisão do Campeonato Mineiro. O Dragão, como é conhecido o América, herdou a vaga do Rio Branco de Andradas e conta o apóio da torcida para se manter na elite do futebol mineiro. Os reforços principais são o goleiro Fábio Noronha e o meia Bruno Maranhão.

Atlético
Estádio: Mineirão
Títulos: 39
Depois da decepção do final do ano passado, o Atlético vem cheio de novidades para a disputa do Mineiro em 2010. Reforços como Jairo Campos, Leandro e Muriqui chegam para melhorar o elenco. Além dos reforços no banco, o presidente Alexandre Kalil trouxe o técnico pentacampeão brasileiro Vanderlei Luxemburgo.

Caldense
Estádio: Dr. Ronaldo Junqueira
Títulos: 1
A tradicional Veterana está de volta a primeira divisão um ano após seu rebaixamento em 2008. O time verde e branco de Poços de Caldas venceu seus dois últimos amistosos e mostra-se uma equipe preparada para a disputa do Mineiro.

Cruzeiro
Estádio: Mineirão
Títulos: 35
O atual campeão começa o campeonato dividindo as atenções com a Copa Libertadores, mas ainda assim é o favorito ao título, ao lado do Atlético. A raposa manteve o elenco base do ano passado e trouxe reforços como Pedro Ken, que chegou do Curitiba e Anderson Lessa, que veio do Náutico. O técnico Adilson Batista quer vencer seu terceiro campeonato mineiro em três anos.

Democrata – GV
Estádio: Mamudão
Títulos: Não possui
A parceria com o Cruzeiro rendeu ao time de Governador Valadares vários reforços. Ao todo, foram 21 contratações para a temporada 2010. A força da Pantera está em casa, onde perdeu apenas duas partidas no Campeonato Mineiro do ano passado.

Ipatinga
Estádio: Ipatingão
Títulos: 1
De volta a elite do futebol mineiro, o Ipatinga joga esse ano para buscar sua afirmação entre os grandes do estado. Após um ano difícil na Série B, onde o time conseguiu se manter na divisão apenas na última rodada, o Tigre montou um bom time, com jogadores rodados nos grandes times do estado, para a disputa do seu décimo Campeonato Mineiro.

Ituiutaba
Estádio: Fazendinha
Títulos: Não possui
Com boas campanhas nos últimos anos e conseguindo vaga para a disputa da série C, o Ituiutaba está disposto a continuar o ciclo de boas participações no campeonato. Para a equipe do Pontal do Triangulo, o fator casa é fundamental. Na edição passada do Mineiro, a equipe perdeu apenas para o Atlético jogando em casa.

Tupi
Estádio: Municipal Radialista Mario Helênio
Títulos: Não possui

Sob o comando do ex-técnico das divisões de base do Atlético Leonardo Condé, o Tupi entra como um dos fortes do interior. Foi feita uma renovação no plantel da equipe de Juiz de Fora e nomes como Gedeon e Leo Salino foram contratados.

Uberaba
Estádio: Uberabão
Títulos: Não possui
A equipe do Uberaba disputará o Campeonato Mineiro paralelamente com a Copa do Brasil. Mesmo passando por dificuldades financeiras, o Zebu quer chegar mais longe do que no ano passado, onde alcançou as quartas de finais.

Uberlândia
Estádio: Parque do Sabiá
Títulos: Não possui
A equipe do Parque do Sabiá espera que o campeonato desse ano seja melhor que o de 2009, quando terminou em 9° lugar e não alcançou a fase final. O técnico Luis Carlos Cruz conta com um ataque experiente para uma melhor sorte no ano de 2010.

Villa Nova
Estádio: Castor Cifuentes
Títulos: 5
A tradicional equipe do futebol mineiro quer se recuperar da péssima campanha realizada no ano passado. Para isso, apostas em nomes rodados no futebol como os atacantes Marinho e Warley, além do zagueiro Alexandre. A experiência do técnico Pirulito, rodado em times de MG, pode ajudar o time a conseguir a vaga entre os 8.

Australian Open - Dia 2

No segundo dia de competições na Austrália começaram a cair os primeiros cabeças de chave no lado masculino. O sueco Robin Soderling e o espanhol Tommy Robredo foram as maiores zebras do dia, ao serem derrotados por Marcel Granollers e Santiago Giraldo, respectivamente. Os brasileiros Marcos Daniel e Ricardo Hocevar perderam seus jogos por 3 sets a 0 e deram adeus ao torneio, diferentemente de Thomaz Belluci que entrou em quadra e precisou de apenas 20 minutos para terminar sua partida contra o russo Gabashvili. Bellucci volta à quadra hoje no segundo jogo da Hisense Arena para enfrentar o americano Andy Roddick.

No feminino tivemos vitórias fáceis das favoritas Venus e Serena Williams. A sérvias Ana Ivanovic e Jelena Jankovic também venceram seus jogos e avaçam para segunda fase.

RESULTADOS DO 2° DIA

Masculino

[1] R Federer (SUI) d I Andreev (RUS) 46 62 76(2) 60
[3] N Djokovic (SRB) d D Gimeno-Traver (ESP) 75 63 62
[6] N Davydenko (RUS) d [Q] D Kindlmann (GER) 61 60 63
M Granollers (ESP) d [8] R Soderling (SWE) 57 26 64 64 62
[9] F Verdasco (ESP) d [WC] C Ball (AUS) 67(4) 76(1) 75 62
[10] J Tsonga (FRA) d S Stakhovsky (UKR) 63 64 64
[12] G Monfils (FRA) d [Q] M Ebden (AUS) 64 64 64
[14] M Cilic (CRO) d F Santoro (FRA) 75 75 63
S Giraldo (COL) d [16] T Robredo (ESP) 64 62 62
[17] D Ferrer (ESP) d F Gil (POR) 60 60 20 ret. (joelho esquerdo)
[18] T Haas (GER) d S Greul (GER) 67(5) 64 62 61
[19] S Wawrinka (SUI) d G Garcia-Lopez (ESP) 63 63 62
[20] M Youzhny (RUS) d R Gasquet (FRA) 76(9) 46 76(2) 76(4) 64
[21] T Berdych (CZE) d R Haase (NED) 60 63 63
[22] L Hewitt (AUS) d [Q] R Hocevar (BRA) 61 62 63
[Q] I Dodig (CRO) d [23] J Ferrero (ESP) 26 16 64 61 61
R Schuettler (GER) d [25] S Querrey (USA) 63 26 64 63
[26] N Almagro (ESP) d X Malisse (BEL) 76(12) 64 26 46 86
[27] P Kohlschreiber (GER) d H Zeballos (ARG) 61 75 61
F Serra (FRA) d [28] J Melzer (AUT) 61 67(3) 64 46 63
[29] V Troicki (SRB) d N Lapentti (ECU) 46 63 61 63
[30] J Monaco (ARG) d E Gulbis (LAT) 63 76(5) 61
[31] A Montanes (ESP) d O Hernandez (ESP) 76(5) 22 ret. (problemas nas costas)
D Istomin (UZB) d [32] J Chardy (FRA) 62 62 60
[33] J Isner (USA) d A Seppi (ITA) 63 63 36 57 64
M Baghdatis (CYP) d P Lorenzi (ITA) 62 64 64
J Nieminen (FIN) d N Lindahl (AUS) 62 75 64
M Chiudinelli (SUI) d [WC] M Matosevic (AUS) 76(7) 76(3) 46 63
[Q] A Veic (CRO) D Koellerer (AUT) 64 36 67(3) 61 64
M Berrer (GER) d K Vliegen (BEL) 61 62 61
J Benneteau (FRA) d [Q] D Guez (FRA) 06 64 76(4) 76(2)
V Hanescu (ROU) d J Chela (ARG) 64 63 76(2)
S Robert (FRA) d P Starace (ITA) 63 76(2) 76(4)
J Blake (USA) d A Clement (FRA) 75 75 62
[LL] M Ilhan (TUR) d [WC] S Grosjean (FRA) 64 63 75
[Q] I Marchenko (UKR) d C Moya (ESP) 76(2) 75 63
T Dent (USA) d F Fognini (ITA) 61 63 63
I Kunitsyn (RUS) d J Acasuso (ARG) 61 26 64 62
L Lacko (SVK) d L Mayer (ARG) 64 64 60
B Becker (GER) d [Q] G Zemlja (SLO) 76(5) 75 75
T Bellucci (BRA) d T Gabashvili (RUS) 63 75 46 64
L Kubot (POL) d M Zverev (GER) 63 63 63
A Falla (COL) d M Daniel (BRA) 75 63 61
[Q] D Young (USA) d C Rochus (BEL) 16 75 62 64
E Korolev (KAZ) d D Brands (GER) 62 75 75
J Hajek (CZE) d R Ginepri (USA) 76(2) 75 61
J Tipsarevic (SRB) d [WC] R Harrison (USA) 62 64 76(3)
[Q] I Sergeyev (UKR) d D Sela (ISR) 63 76(3) 46 76(8)
S Koubek (AUT) d R Ram (USA) 46 63 57 61 63
F Lopez (ESP) d P Cuevas (URU) 61 64 75
M Gicquel (FRA) d S Bolelli (ITA) 76(2) 76(3) 63
M Llodra (FRA) d M Vassallo Arguello (ARG) 63 75 64
[Q] L Sorensen (IRL) d Y Lu (TPE) 64 36 62 61

Feminino

[1] S Williams (EUA) d U Radwanska (POL) 62 61
[8]J Jankovic (SRB) d M Niculescu (ROM) 64 60
[13]S Stosur (AUS) d [Q]X Han (CHN) 61 36 62
[6]V Williams (USA) d L Safarova (CZE) 62 62
[20]A Ivanovic (SRB) d [Q] Perry (EUA) 62 63
A Radwanska (POL) d T Malek (ALE) 61 60
[10]S Cirstea (ROM) d O Rogowska (AUS) 63 26 62
K Sprem (CRO) d [25] A Medina Garrigues (ESP) 63 62
C Dellacqua (AUS) d A Yakimova (BLR) 62 36 64
C Suarez Navarro (ESP) d A Morita (JAP) 75 64
[31]A Bondarenko(UKR) d K Woerle (GBR) 62 62
T Tanasugarn (TAI) d S Karatantcheva (CAZ) 61 76(3)
[21]S Lisicki (GER) d P Martic (CRO) 61 64
A Petkovic (GER) d R Voracova (CZE) 62 64
A Brianti (ITA) d V Lepchenko (USA) 60 36 61
S Bammer (AUT) d A Parra Santonja (ESP) 63 62
[26]A Rezai (FRA) d S Mirza (IND) 64 62
[11]M Bartoli (FRA) d R De Los Rios (PAR) 64 61
K O'Brien (GBR) d P Mayr (AUT) 63 63
G Dulko (ARG) d Z Kucova (SVK) 60 57 75
P Kvitova (CZE) d J Craybas (USA) 61 75
P Hercog (SLO) d [Q]Y Fedak (UCR) 64 60
[Q]A Kerber (ALE) d O Govortsova (BLR) 63 63
J Coin (FRA) d A Molik (AUS) 36 7/6(4) 63
[17]F Schiavone (ITA) d A Cornet (FRA) 06 75 60
E Makarova (RUS) d [18] V Razzano (FRA) 62 63
S Errani (ITA) d K Zakopalova(CZE) 62 76(5)
[19]N Petrova (RUS) d E Gallovits (ROM) 63 64
V King (EUA) d [23] D Cibulkova(SVK) 63 67(5) 75
B Zahlavova Strycova(CZE) d [Q]R Kulikova (RUS) 76(5) 67(10) 63
K Barrois (ALE) d A Amanmuradova (UZB) 60 76(6)
A Kudryavtseva (RUS) d M Oudin (USA) 26 75 75
R Vinci (ITA) d A Groenefeld (ALE) 75 64
K Kanepi (EST) d Y Chan (TPE) 7/6 (7/4) 6/2
S Zahlavova (CZE) d C Vandeweghe (EUA) 6/0 6/1


Coisas sobre o Divisional Round da NFL

RESULTADOS

AFC
Baltimore Ravens 03 @ 20 Indianapolis Colts
New York Jets 17 @ 14 San Diego Chargers

NFC


Arizona Cardinals 14 @ 45 New Orleans Saints
Dallas Cowboys 03 @ 34 Minessota Vikings

  • A falta de equilíbrio nos jogos
Com exceção do jogo entre San Diego Chargers e New York Jets, nos outros três jogos houve um domínio total da equipe da casa sobre os visitantes. Colts, Saints e Vikings receberam em seus estádios Ravens, Cardinals e Cowboys, respectivamente, e não foram nada amistosos. Eliminaram os rivais com largos placares, sem dar chance ao adversário.

  • Darrele Revis
Darrele Revis foi mais uma vez o destaque dos Jets. Na vitória sobre os Chargers, em San Diego, o CB conseguiu uma interceptação espetacular em um passa de Phillip Rivers e dois tackles, além de praticamente anular quem estava sob sua marcação, hora Vincent Jackson, hora Malcom Floyd.

  • Brett Favre
A sincronia do quarterback Brett Favre com seus recebedores fez a diferença na partida contra Dallas. Foram quatro touchdowns lançados e 234 jardas lançadas para sete widereceivers diferentes.
Brett Favre vibra com mais uma vitória em playoffs - NFL
  • A qualidade das defesas
A solidez das defesas vencedoras leva a crer que nas finais de conferências teremos jogos muitos disputados, principalmente nas “trincheiras”, onde as linhas defensivas e ofensivas se digladiarão pela vaga no Super Bowl XLIV

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Australian Open - Dia 1

O primeiro dia de competições no Australian Open foi muito prejudicado pela chuva, isso mesmo, a chuva. O torneio que é marcado pelas altas temperaturas durante os jogos teve várias partidas adiadas devido a chuva que caiu sobre Melburne durante grande parte da tarde australiana. As partidas que não terminaram nessa madrugada serão encerradas juntamente com as partidas do segundo dia de jogos no complexo Melburne Park.

Com relação aos resultados, nenhuma zebra andou nas quadras na chave masculina onde os favoritos não tiverem dificuldades para passar por seus adversários. Na parte feminina, a russa Maria Sharapova caiu diante de sua compatriota Maria Kirilenko e deu adeus ao torneio no logo no primeiro jogo da quadra central.

O jogo do brasileiro Thomaz Bellucci, que vencia o russo Teimuraz Gabashvili por 2 sets a 1, será terminado no segundo dia. Os outros representantes do Brasil também jogam no segundo dia. Marcos Daniel enfrenta o colombiano Alejandro Falla no quinto jogo da quadra 10 e Ricardo Hocevar joga contra Lleyton Hewitt as 6 da manhã na quadra Rod Laver, a maior do complexo.

RESULTADOS DO 1° DIA
Masculino

[2] R Nadal (ESP) d P Luczak (AUS) - 76(0) 61 64
[4] J del Potro (ARG) d M Russell (USA) - 64 64 36 62
[5] A Murray (GBR) d [Q] K Anderson (RSA) - 61 61 62
[7] A Roddick (USA) d T de Bakker (NED) - 61 64 64
[11] F Gonzalez (CHI) d O Rochus (BEL) - 63 64 36 61
I Karlovic (CRO) d [13] R Stepanek (CZE) - 26 76(5) 64 36 64
[24] I Ljubicic (CRO) d [WC] J Kubler (AUS) - 61 62 62
[WC] B Tomic (AUS) d [Q] G Rufin (FRA) - 63 64 64
W Odesnik (USA) d [Q] B Kavcic (SLO) - 46 61 64 62
[WC] A Golubev (KAZ) d M Fish (USA) - 62 16 63 63
F Mayer (GER) d P Petzschner (GER) - 06 26 64 62 62

Feminino

[2] D Safina (RUS) d M Rybarikova (SVK) - 64 64
[3] S Kuznetsova (RUS) d A Rodionova (AUS) - 61 62
[5] E Dementieva (RUS) d V Dushevina (RUS) - 62 61
[12] F Pennetta (ITA) d A Chakvetadze (RUS) - 63 36 62
J Henin(BEL) d K Flipkens(BEL) - 6/4 6/3
M Kirilenko (RUS) d [14] M Sharapova(RUS) - 76(4) 36 64
[15] K Clijsters (BEL) d V Tetreault (CAN) - 6/0 6/4
[30] K Bondarenko(UCR) d I Raluca Olaru (ROM) - 62 76(6)
Y Wickmayer (BEL) d A Dulgheru (ROM) - 16 75 108
[27] A Kleybanova (RUS) d J Dokic (AUS) - 61 75
J Zheng (CHN) d S Peng (CHN) - 06 61 62
Y Meusburger (AUT) d T Bacsinszky (SUI) - 64 46 62
E Baltacha (GBR) d P Parmentier (FRA) - 64 36 75
A Pavlyuchenkova (RUS) d A Sevastova (LAT) - 62 64
[24]M Martinez Sanchez (ESP) d E Rodina (RUS) - 60 60

domingo, 17 de janeiro de 2010

Prévia do Australian Open

A partir desse domingo à noite, os melhores tenistas começam a disputa do Australian Open, primeiro Grand Slam da temporada que será realizado nas quadras rápidas do complexo de Melburne Park, em Melburne, Austrália.

Mais uma vez, os tenistas terão que superar o calor, que chega a atingir 40°C durante a rodada diurna do torneio. Muitos tenistas já reclamaram do clima em anos anteriores, o que fez com que a organização trocasse a cor do piso no ano passado, para absorver menos o calor no chão.

Na chave masculina, a briga promete ser muito acirrada. Na parte de cima da chave estão Roger Federer, que gosta de jogar na Austrália e costuma chegar longe por lá, Novak Djokovic está jogando
com mais consistência e volta aonde ganhou seu único Grand Slam, Nikolay Davydenko venceu Federer e Nadal este ano de e pode surpreender e o sueco Robin Soderling. Na chave de baixo, a mais equilibrada, jogam o atual campeão Rafael Nadal, que vem demonstrando boa recuperação da lesão no joelho, chegando à final do torneio de Doha, Juan Martin Del Potro ganhou o US Open, está evoluindo s
eu jogo e não chega mais como surpresa, Andy Murray não aparece como grande favorito mas tem excelente retrospecto contra os melhores do circuito, Andy Roddick melhorou muito seu jogo no fundo de quadra, combinado com seu saque potente, é um forte candidato ; Além das surpresas e zebras que sempre se fazem presentes no Australian Open.


Do lado feminino o destaque vai para o retorno da belga Justine Henin-Hardenne. Após mais de dois anos afastada do circuito, ela volta para tentar o bi campeonato. Ela terá companhia da sua compatriota Kim Clijsters, que também luta pelo bi campeonato e vem do titulo no US Open. As irmãs Willians também são grandes candidatas ao titulo, sendo que Serena é a atual campeã. Com chances também tem a esquadra russa, que é liderada por Dinara Safina, Svetlana Kuzsnetsova, Elena Dementieva. Destaque especial para as musas Carolina Wozniacki, Maria Sharapova e Ana Ivanovic que jogam um bom tênis e podem chegar bem no torneio.

O Brasil vai contar com três representantes na chave individual de simples do Australian Open. Thomaz Bellucci estréia no primeiro dia de competições contra o russo Teimuraz Gabashvili. Já Marcos Daniel e Ricardo Hocevar estréiam depois do segundo dia de competições. Marcos Daniel joga contra o colombiano Alejandro Falla e Ricardo Hocevar estréia contra o ídolo da casa e ex número 1 Lleyton Hewitt. Nas duplas, Marcos Daniel entra na chave em parceria com o austríaco Daniel Koellerer. Thomaz Bellucci joga ao lado do mineiro André Sá e Marcelo Melo joga seu segundo torneio ao lado de Bruno Soares.

Fotos retiradas do site oficial do torneio