quarta-feira, 26 de novembro de 2008

DIVULGADA A TABELA

Pablo Nogueira

A Federação Mineira de Futebol divulgou na tarde desta segunda-feira, a tabela do Campeonato Mineiro do ano que vem. O Cruzeiro estréia contra o Uberlândia no Parque do Sabiá e América e Atlético fazem o classíco na primeira rodada.
O outro clássico, entre Galo e Raposa acontece mais cedo em 2009, dia 08 de fevereiro. Um mês depois, dia 08 de março, é a vez de Coelho e Raposa duelarem forças no certame.
Nos próximos dias, o blog UNI ESPORTES estará divulgando toda a tabela do campeonato.

É CAMPEÃO !

Pablo Nogueira

Mesmo sendo derotado pelo América por 2 á 1, o Tupi se sagrou campeão da Taça Minas Gerais 2008. Evandro marcou para o Coelho no primeiro tempo. No segundo, Léo Salino empatou para o time da casa e MIcão ainda colocou o América de novo na frente. O placar não foi suficiente para o time de Flávio Lopes que havia perdido a primeira partida por 3 á 1.
Festa em Juiz de Fora ! Além de ser o melhor da competição o Galo Carijó ainda se garantiu na Copa do Brasil do ano que vem. Já o América precisa torcer para que o Cruzeiro conquiste uma vaga na Libertadores. Só assim a vaga da Raposa vai para o Coelho, uma vez que o Tupi foi o terceiro colocado do Mineiro 2008.

OS MINEIROS NA RODADA

Pablo Nogueira

Na antepenúltima rodada do Brasileirão, Cruzeiro, Atlético e Ipatinga saíram de campo com resultados de dimensões distintas.
Na Ilha do Retiro, o Atlético gostou tanto do empate até os 37’ do segundo tempo, que se acostumou com ele. O Sport não. O time pernambucano marcou três gols nos minutos finais e decretou a goleada frente a um Galo até então motivado, vindo de três vitórias. Uma derrota que valeu um balde de água fria.
No Mineirão, a verdade foi recíproca. Um grande público para Cruzeiro e Flamengo e um grande jogo para os mais de 50 mil torcedores presentes. A Raposa saiu na frente e venceu o primeiro tempo. O Flamengo empatou e tomou mais um gol na etapa final. De novo, o rubro negro empatou e por pouco não virou. Como quem não faz leva, o Cruzeiro fez dando números finais ao clássico. Uma vitória celeste que valeu a chance de continuar sonhando com a vaga na Libertadores.
No Palestra, as apostas eram de derrota do Ipatinga sobre o Palmeiras. Quem apostou, não perdeu. O time paulista marcou dois gols, suficientes pra também continuar na briga por uma vaga na Libertadores de 2009. A derrota custou ao Tigre, o rebaixamento virtual. Agora não depende apenas de si mesmo, mas de cinco outros times para não ser rebaixado.

sexta-feira, 21 de novembro de 2008

Contagiado, Brasil goleia Portugal em noite de Luis Fabiano

Alexandre Sinato
Do UOL Esporte

O clima de festa fez bem ao Brasil e mais ainda a Luis Fabiano. A seca de gols em casa, o futebol pragmático como anfitrião e a desconfiança sobre a seleção não resistiram. Inspirado e contando com noite especial de seu camisa 9, o time de Dunga retribuiu o carinho do público com bonito espetáculo: goleou a forte equipe de Portugal por 6 a 2, na inauguração do novo Bezerrão, e garantiu um fim de ano em grande estilo.
Grande parte dos holofotes estava voltada para o duelo entre Kaká e Cristiano Ronaldo. No entanto, as atenções mudaram de foco rapidamente. Com três gols, Luis Fabiano encerrou o jejum ofensivo do Brasil em casa e se tornou o destaque da noite. Ofuscou as estrelas da partida e deixou o campo aplaudido quando deu lugar a Adriano."Estou na melhor fase dentro da seleção. Desta forma, vou continuar lutando para ser titular, apesar da desconfiança de muitos. Vejo isso [desconfiança] nas reportagens", comentou Luis Fabiano ao final da partida.
O resultado também fez bem a Dunga. Com postura serena desde sua chegada a Brasília na segunda-feira, o treinador respondeu aos rumores de que está perto de ser demitido vendo seu time mostrar desenvoltura. Na última apresentação da seleção em 2008, Dunga conseguiu o que não havia obtido ao longo do ano: um jogo tranqüilo no Brasil. O treinador, porém, não acredita que o bom resultado possa aliviar a pressão que vem recebendo. "[As críticas] vão continuar do mesmo jeito. Precisamos estar preparados para encará-las. O importante é o relacionamento com os jogadores, que é muito bom dentro da seleção. Isso dá tranqüilidade para continuar o nosso trabalho", comentou Dunga
O oba-oba e o clima de festa que terminaram com gritos de olé começaram cedo no Bezerrão. Políticos e o presidente da CBF Ricardo Teixeira inauguraram oficialmente a modernização do estádio. Circularam pela área vip entre mulheres bonitas e gente influente antes de se dirigirem às tribunas. De seus confortáveis assentos, viram Pelé ser homenageado pelos 39 anos de seu milésimo gol e dar o pontapé inicial. Também assistiram à volta do piloto Felipe Massa como carona no carro da maca.
Mas nem todos os personagens do evento foram ovacionados no amistoso. Enquanto Kaká arrancou gritos e causou barulho quando teve o nome anunciado pelo sistema de som, Dunga recebeu vaias e mais vaias. Reflexo do futebol irregular que a seleção havia apresentado até então.
Quando a bola rolou, a tensão do treinador brasileiro aumentou. Bastaram quatro minutos e o primeiro gol de Portugal, anotado por Danny, para Dunga se levantar do banco de reservas. Surgiram as primeiras broncas e a expressão se tornou ainda mais fechada. Nem mesmo o gol de empate de Luis Fabiano, aos 8min, aliviou o comandante gaúcho.
Sorriso mesmo só aos 25min. Ao ver Luis Fabiano estufar as redes novamente, após linda jogada de Kaká, Dunga berrou, desabafou e abraçou o auxiliar Jorginho. Ele conseguiu até sentar por mais de um minuto, algo raro durante o primeiro tempo. Paralelamente, dentro das quatro linhas, Kaká e Cristiano Ronaldo faziam duelo particular.
Enquanto o português atuou aberto pela esquerda, longe do gol, Kaká ficou próximo dos atacantes brasileiros. Foi assim, por exemplo, que ele serviu Luís Fabiano no segundo gol. Em arrancadas rápidas, fez o público se levantar, esperançoso. Participou bastante do jogo e mostrou concentração.
Já Cristiano Ronaldo, tão festejado pela torcida local desde sua chegada a Brasília, foi tratado como rival. Quando errou passe, tentou uma "firula" e perdeu disputa com Anderson, acabou vaiado. Os torcedores ensaiaram até uma provocação. Aparentando certa desatenção, o atacante português mais desfilou do que jogou nos 45 minutos iniciais.
Mas o desfile que chamou mais atenção foi o da seleção brasileira. Mostrando inspiração, a equipe de Dunga sobrou no segundo tempo. Sufocou Portugal e desembestou a fazer gols. Maicon, Elano, Adriano e Luis Fabiano, pela terceira vez, foram às redes de Quim.
Kaká participou de um dos gols e deu assistência em outro. Não brilhou como Luís Fabiano, mas venceu o confronto particular com Cristiano Ronaldo. Os desempenhos não mudarão o resultado da eleição da Fifa de melhor jogador do mundo, que indica o português como grande favorito. Em sua terra natal, contudo, foi Kaká quem comemorou.
E quem festejou ainda mais foi Dunga. À beira do gramado, o treinador pôde finalmente respirar com mais calma. Até uma faixa na arquibancada surgiu pedindo a permanência do treinador, fato para lá de raro na trajetória do gaúcho na seleção. De volta à capital federal após três anos, a seleção brasileira certamente guardará com carinho a passagem pela cidade nesta semana.

quinta-feira, 20 de novembro de 2008

Superliga de Vôlei - Primeiro Torneio

Domingo agitado no vôlei brasileiro


Minas e Florianópolis vão reeditar a grande final da Superliga Masculina de vôlei do ano passado. As duas equipes foram as primeiras em seus respectivos grupos e se enfrentaram neste sábado às 21h50min no Ginásio do Capoeirão, em Florianópolis para definir quem será o campeão do Primeiro Torneio da Superliga Masculina.


O Florianópolis garantiu a vaga no dia 13 ao passar pela equipe de Joinville em casa por 3 sets a 0 com parciais 27/25, 30/28 e 25/18 em um jogo bastante equilibrado. Já o Vivo Minas, se classificou ao vencer em casa o time de Suzano por 3 sets a 1 e garantir o primeiro lugar no grupo B. O Minas passou por momentos difíceis mas fechou o jogo com parciais 25/19, 21/25, 25/21 e 25/18.


A expectativa é de um grande jogo em Florianópolis, com grandes nomes do vôlei dois lados da quadra. Do lado de Florianópolis o destaque é o levantador Bruninho que a cada dia que passa vai ser destacando com grandes exibições e os eficientes Thiago Alves e Éder. Do lado mineiro destaque para os repatriados André Heller e André Nascimento que dão mais experiência ao time da capital mineira que conta com jovens talentos como o levantador Rafa e o ponta Vanderson.


Do lado feminino, o favorito Rio de Janeiro, do técnico Bernardinho recebe no Ginásio da Tijuca, no Rio de Janeiro a equipe feminina do Minas, que entra na final como azarão segundo o próprio técnico Jarbas Soares. O jogo é válido pela decisão do Primeiro Torneio da Superliga Feminina e acontecerá a partir das 9h30min desse domingo.


terça-feira, 18 de novembro de 2008

Masters Cup - Final

FINAL

Novak Djokovic vs Nicolay Davydenko

Com parciais de 6/1 e 7/5 o sérvio Novak Djokovic bateu pela segunda vez em Xangai o russo Nikolay Davydenko e se tornou o novo campeão da Masters Cup. Com o titulo, Djokovic cola em Roger Federer na briga pelo segundo lugar a corrida dos campeões.

O sérvio começou atropelando e não tomando conhecimento do adversário que não conseguia impor seu jogo. Quebrando Davydenko duas vezes, “Nole” venceu o primeiro set por 6/1. O segundo foi diferente, mais concentrado na partida, Nikolay endureceu o jogo e equilibrou a partida até o décimo primeiro game da partida quando Djokovic dominou o saque do russo quebrando-o e servindo para o campeonato no game seguinte.


Novak termina a temporada da mesma que começou, com títulos. No começo do ano ele ganhou o Australian Open conquistando o primeiro Grand Slam de sua carreira. Para completar a festa, o vencedor de Xangai ganhou nada mais nada menos que US$ 1,14 milhões de dólares, cerca de R$ 2,6 milhões de reais.


Para finalizar o calendário oficial da ATP (Associação dos Tenistas Profissionais) só resta a final da Copa Davis entre Argentina e Espanha. A final ocorrerá na cidade de Mar Del Plata, na Argentina e não terá a presença do número 1 do mundo Rafael Nadal que com uma lesão não poderá defender seu pais.

segunda-feira, 17 de novembro de 2008

QUEM DIRIA

Juninho Moreira


O Flamengo lavou a alma em cima do Palmeiras neste domingo. Venceu e convenceu, massacrou o time paulista por 5x2 no Maracanã, e pulou para o terceiro lugar com 63 pontos. A partida foi uma das melhores do Brasileirão, onde brilhou a estrela do criticado técnico do Flamengo, Caio Jr e do meio-campista Ibson.

SAIA JUSTA

Juninho Moreira



O São Paulo continua líder isolado do Brasileirão, depois de fazer o dever de casa e derrotar o Figueirense por 3x1 no Morumbi.


Mas, o que movimentou o São Paulo neste final de semana, foi a notícia escrita no Jornal O Globo, pelo colunista Renato Maurício Prado. Na sua coluna, o jornalista, trouxe a informação de que Murici Ramalho, será apressentado como novo técnico da Seleção Brasileira. Este anúncio seria feito na festa que a CBF promoverá no final de ano.


O que me deixa pensativo é que Dunga, o atual técnico da Seleção, também é convidado pra festa. A saia justa seria enorme. Renato Prado é um jornalista muito bem informado. É esperar pra ver.

domingo, 16 de novembro de 2008

CRÔNICA ESPORTIVA: A cisma do Cruzeiro...

... de perder para times que não fazem mal algum!

O que acontece??? Qual é a explicação para isso?

Não é de hoje que vejo o time celeste em uma situação confortável, e quando tem a chance de arrematar de vez seu favoritismo, perde dolorosamente. Não podemos culpar Adilsons e Dorivais da vida, pois é um fado que se arrasta a vários anos.

Nessa temporada podemos pegar:
Sport, Goiás, Portuguesa, o Santos (que na primeira fase estava pior do que a atual situação) e recentemente o Timbu... fora alguns empates contra o Ipatinga e Coritiba.

São times que estão lá em baixo ou na parte intermediária da tabela. Jogos aparentemente simples, que se a vitória de fato tivesse aparecido, o time celeste estaria na ponta da lista.

Será que é salto alto? Ou falta uma "águinha" ao melhor estilo Space Jam no intervalo, pra acordar a moçada???

Filipe Frossard Papini

TUPI LARGA NA FRENTE

Pablo Nogueira

Na primeira partida da decisão da Taça Minas Gerais, o Tupi saiu vencedor. Em pleno estádio Independência, o time de Juiz de Fora derrotou o América por 3 á 1 e ampliou a vantagem para o segundo jogo.
Robson, Adenílson e Henrique marcaram para o Galo Carijó e Leandro Ferreira para o Coelho, sendo que todos os gols aconteceram no primeiro tempo.
Na partida final, o time do Tupi pode perder até por dois gols de diferença, que ainda assim será campeão. O jogo acontece no estádio Radialista Mário Helênio, próximo sábado, 17 hs.

FIM DE RODADA PARA OS MINEIROS

Pablo Nogueira

A rodada mal começou e para os mineiros, ela já acabou. E acabou mal para Cruzeiro e bem, muito bem para Atlético e Ipatinga. Os dois últimos golearam e, o primeiro foi goleado.
Na quarta-feira, coube ao Galo abrir a rodada. Jogando no Mineirão para mais de 50 mil torcedores, o Vasco foi quem pagou pela festa. Castilo, Renan Oliveira e Leandro Almeida (duas vezes) marcaram para os atleticanos. Madson ainda diminuiu o estrago para os vascaínos, com direito á erro de pênalti de Leandro Amaral. Na briga dos Leandros A, o Almeida foi mais feliz.
No sábado, duelo de mineiros contra pernambucanos. Tigre e Raposa entraram em campo contra Leão e Timbú respectivamente. E no placar, tudo igual : uma vitória pra cada lado.
No Ipatingão, ainda com sério risco de rebaixamento, Ferreira (duas vezes) e Gian fizeram os gols do Ipatinga na vitória sobre o Sport. A goleada deu esperanças ao time do Vale que tem remotas chances de não ir para a série B.
Ainda no sábado, o Cruzeiro fechou a rodada para quem é de Minas e, abriu caminho para a torcida do Náutico voltar á sorrir. Wagner e Guilherme marcaram para o time celeste. Gilmar (duas vezes), Filipe (duas vezes) e Everaldo fizeram para os alvirrubros, que ainda lutam contra o rebaixamento.
Na próxima rodada, todos os mineiros jogam domingo. O Cruzeiro, ás 5 da tarde contra o Flamengo no Mineirão. Ás 7 e 10 da noite, o Atlético é recebido pelo Sport na Ilha do Retiro e o Ipatinga pelo Palmeiras no Palestra Itália.
A rodada se completa no domingo. Mas isso é assunto para outra matéria.

sábado, 15 de novembro de 2008

Masters Cup - Semifinais

Semifinais


Novak Djokovic vs Gilles Simon


Na primeira semifinal do dia na chave de simples, Djokovic mostrou um tênis de altíssimo nível contra o francês que foi bastante consistente durante toda a partida. De virada e após quase 3 horas de partida, o sérvio garantiu sua vaga na final para enfrentar o russo Nikolay Davydenko, a quem já derrotou na fase de grupos.

O primeiro set foi bastante equilibrado e decidido por apenas uma quebra de saque a favor do francês que fechou a parcial em 6/4.

No segundo set, tudo ocorria bem para Simon até o terceiro game quando ele sentiu uma lesão no pescoço e pediu atendimento médico. Após a parada, francês não foi mais o mesmo e começou a errar muito cedendo uma quebra para Djokovic que controlou o set e fechou em 6/3.

No set decisivo, os tenistas se equilibraram foram confirmando saque e trocando quebras até o décimo primeiro game quando Djokovic quebrou Simon e serviu para vencer o jogo no game seguinte de virada.



Andy Murray vs Nicolay Davydenko



O outro finalista é Nicolay Davydenko que bateu o escocês Andy Murray por 2 sets a 0 em 1 hora e 40 minutos com parciais de 7/5 e 6/2. O cansaço que ajudou Murray na partida de ontem contra Roger Federer atrapalhou hoje na partida contra o russo. Visivelmente cansado após as mais de 3 horas de partida da ultima rodada no grupo Vermelho, Murray segurou o russo enquanto pode conseguindo levar o primeiro set equilibrado até o fim quando Davydenko quebrou o saque e fechou a primeira parcial em 7/5. O segundo set foi mais tranqüilo para o russo que botando Murray pra correr fechou o segundo set em 6/2 e a partida em 2 a 0 se classificando assim para enfrentar Novak Djokovic na final que ocorre amanha a partir das 6 da manha horário de verão de Brasília.

sexta-feira, 14 de novembro de 2008

Masters Cup - Terceira Rodada

Grupo Dourado


Novak Djokovic vs Jo-Wilfried Tsonga


Já classificado para a semifinal em Xangai, Djokovic entrou em quadra tranqüilo sem precisar vencer, o mesmo com acontecia com Tsonga mas pelo motivo de estar eliminado. Querendo decidir a partida rapidamente evitando o desgaste, o sérvio partiu pra cima e fechou o primeiro set por 6/1. O segundo set foi mais equilibrado com Tsonga conseguindo uma quebra fundamental no décimo primeiro game do set fechando a parcial em 7/5. No ultimo set, o francês passeou e não teve dificuldades para fechar o set em 6/1 e a partida em 2 sets a 1 conquistando assim sua primeira vitória na Masters Cup.


Nicolay Davydenko vs Juan Martín del Potro


Quem vencesse o confronto se classificaria para as semifinais ao lado de Djokovic. Tinha tudo para ser um jogo equilibrado mas o que ocorreu foi um domínio completo do russo Nicolay Davydenko que partiu pra cima do argentino desde o primeiro game de jogo, não dando chances de del Potro impor seu ritmo de jogo. Davydenko fechou a partida rapidamente em 1 hora e 25 minutos de jogo com parciais de 6/3 e 6/2 se classificando para as semifinais. Já para Juan Martín, resta pensar na Copa Davis onde defenderá a Argentina contra a Espanha.


Grupo Vermelho


Gilles Simon vs Radek Stepanek


O francês entrou em quadra precisando da vitória e depois teria que torcer por uma derrota do suíço Roger Federer contra Andy Murray. Fazendo sua parte, Simon mostrou fortes golpes de fundo tomando conta dos pontos finalizando-os rapidamente. O tcheco Stepanek não conseguia jogar, estava sempre na pressão. O domínio do francês se refletiu no placar da partida que venceu por 6/1 e 6/4 em pouco mais de uma hora de jogo. A classificação de Gilles Simon se confirmou horas mais tarde com a derrota de Federer.


Roger Federer vs Andy Murray


Seria a chance de Murray devolver a derrota na final do US Open para Federer mas o suíço precisava da vitória para ir as semifinais em Xangai. O jogo foi bastante equilibrado do começo ao fim com os tenistas desempenhando um tênis de altíssima qualidade. Com uma quebra de vantagem, Federer venceu o primeiro set por 6/4. O segundo set foi para o tiebreak onde o escocês foi mais consistente e errou menos fechou em 7 – 3. No terceiro set o diferencial foi o fator físico, no momento decisivo da partida, o suíço sentiu cansaço e chegou até a pedir atendimento medico. Era visível o desgaste de Federer enquanto Murray chegava na maioria das bolas inteiro. No décimo primeiro game Andy Murray quebrou o suíço e depois serviu para vencer de virada e confirmar o primeiro lugar no grupo. Já para Federer, resta agora descansar e se preparar para não repetir o desempenho pífio de 2008 em 2009.

quarta-feira, 12 de novembro de 2008

Masters Cup - Segunda Rodada

GRUPO DOURADO


Juan Martin del Potro vs Jo-Wilfried Tsonga


A partida entre os dois jovens tenistas foi equilibrada do começo ao fim com ambos desempenhando um ótimo tênis. O argentino começou quebrando o saque de Tsonga logo de cara e fazendo 2 a 0. O francês se recuperou levando o set para o tiebreak mas não conseguiu segurar o jogo e perdeu o primeiro set com 7 – 4 no tiebreak. No segundo set, Tsonga mostrou-se muito inconstante e dependendo muito do seu saque. Mesmo assim conseguiu levar a partida até o tiebreak mas novamente perdeu, dessa vez por 7 – 5 com o argentino fechando a partida por 2/0 mantendo del Potro na briga pela semifinal no grupo Dourado.


Novak Djokovic vs Nicolay Davydenko


O primeiro classificado do grupo Dourado é Novak Djokovic que venceu o russo Nicolay Davydenko por 2 sets a 1 com parciais de 7/6 (3), 0/6 e 7/5 em 2 horas e 18 minutos. Davydenko começou melhor e saiu quebrando o sérvio que só conseguiu empatar o set no fim levando-o para o tiebreak onde venceu por 7 – 3. No segundo set um apagão do sérvio facilitou as coisas para Davydenko que fez 6/0 e empatou a partida. Quando parecia que a vitória seria do russo, Djokovic manteve os nervos no lugar, equilibrou novamente a partida e conseguiu quebrar Davydenko no 11º game do set e logo depois confirmar seu saque vencer o set em 7/5 e se classificar para a semifinal.


GRUPO VERMELHO


Andy Murray vs Gilles Simon


Na primeira partida de quarta feira, o inglês Andy Murray venceu com certa tranqüilidade o francês Gilles Simon por 2 sets a 0 assumindo assim a liderança da chave com duas vitórias. Murray começou arrasador abrindo 4 a 0 sobre o francês que se recuperou, chegou a fazer 4 a 3 mas não segurou o ímpeto do escocês que fechou a primeira parcial por 6/4. Errando muito em bolas fáceis, Gilles Simon foi presa fácil para Murray que manteve o ritmo fechando o segundo set em 6/2 e o jogo em 1 hora e 51 minutos.


Roger Federer vs Radek Stepanek


Substituindo o americano Andy Roddick que lesionou o tornozelo durante um treino e não jogará mais a Masters Cup, Stepanek entreu numa fria pois encararia na sua primeira partida o ex número 1 do mundo Roger Federer. O primeiro set foi decidido no tiebreak com o suíço levando vantagem, fechando o primeiro set por 7/6 com 7 – 4 no tiebreak. No segundo set as coisas caminharam como no primeiro até o oitavo game quando Federer quebrou o tcheco. Logo depois, Stepanek devolveu a quebra e igualou o set mas foi quebrado novamente e com erros de Stapenek, Federer fechou o segundo set por 6/4 e o jogo em 2 a 0.

segunda-feira, 10 de novembro de 2008

Masters Cup - Primeira Rodada

GRUPO DOURADO


Novak Djokovic vs Juan Martín del Potro


No primeiro jogo do torneio, o sérvio precisou de quase duas horas de partida para passar pelo argentino com parciais 7/5 e 6/3. O resultado colocou Djokovic na liderança do grupo e garantiu sua primeira vitória na Masters Cup, já que no ano passado foi eliminado com três derrotas.


Nicolay Davydenko vs Jo-Wilfried Tsonga



Completando a rodada do grupo Dourado, o Russo Nikolay Davydenko bateu de virada Jo-Wilfried Tsonga e se igualou a Djokovic na liderança do grupo perdendo apenas nos critérios de desempate. O francês venceu o primeiro set no tiebreak por 8 – 6. Depois da perda, o russo acordou na partida e venceu o segundo set por 6/4. O confronto se equilibrou e seguiu até o tiebreak do terceiro set quando Davidenko liquidou a o tiebreak em 7 – 0 e a partida em 2 sets a 1 em 2h43m de jogo.

GRUPO VERMELHO


Roger Federer vs Gilles Simon


O francês Gilles Simon, substituto de Rafael Nadal que não está jogando devido a uma lesão no joelho, surpreendeu o ex número 1 do mundo Roger Federer e venceu na partida inaugural do grupo Vermelho de virada por 2 sets a 1 com parciais de 4/6, 6/4 e 6/3, num total de 2 horas e 07 minutos de partida. Com um tênis vibrante a partir do segundo set, Simon impôs seu ritmo e comandou as ações no segundo e no terceiro set virando o jogo contra o suíço.


Andy Murray vs Andy Roddick


Esse era um jogo onde quem se desconcentrasse primeiro sairia derrotado. O primeiro set foi bastante equilibrado com Murray conseguindo quebrar o potente saque de Andy Roddick uma vez e segurar a vitória por 6/4. No segundo set, o americano deu um banho no inglês que se perdeu no jogo e perdeu a parcial por 6 1. Tudo indicava que Roddick arrancaria para a vitória mas logo no primeiro game o americano teve seu saque quebrado e logo depois no quarto game também deixando o set escapar em 6/1 e o jogo também após 1h35m.

São Paulo vence e continua líder isolado

Juninho Moreira


O tricolor paulista foi ao Canindé e venceu a Portuguesa por 3x2 no sábado dia 8. Com a vitória, o time de Murici Ramalho se confirma líder isolado do brasileiro, com 65 pontos, contra 63 pontos do vice-líder Grêmio. A próxima partida do tricolor é contra o Figueirense, dia 16 domingo, ás 17:00 h no Morumbi.

DE QUATRO !

Pablo Nogueira

Jogando no estádio Beira Rio, em Porto Alegre, o Ipatinga perdeu de goleada para o Internacional. Com a derrota, o time mineiro praticamente decretou o rebaixamento para a série B de 2009. Andrezinho, Taison, Sandro e Guto marcaram para o time gaúcho.
Para não cair, o time do Vale do Aço precisa vencer todas as partidas que restam e torcer por uma combinação de resultados. Na rodada seguinte, joga em casa contra o Sport e, se ao menos empatar, estará matematicamente rebaixado.

LIVRE DA FORCA

Pablo Nogueira

Longe de um belo espetáculo, Atlético e Vitória se enfrentaram no Barradão em Salvador. Apático e sem muita vontade, o tri-color da Bahia contribuiu para que o time mineiro saísse vitorioso. Pedro Paulo marcou o único gol, que livrou o Galo da eminência de rebaixamento. Com os três pontos, o alvinegro agora soma 44 pontos, e luta por uma vaga na Copa Sulamericana 2009. A luta alías, começa nesta quarta-feira, quando enfrenta o Vasco no Mineirão ás 22 hs.
Nos bastidores, a nova diretoria já pensa no ano que vem e como já informado, Alexandre Kalil já começa a realizar negócios em São Paulo, visando o encerramento do centenário.

FEIJÃO COM ARROZ

Pablo Nogueira

Com uma atuação diferente daquela em que perdeu para o Goías, o Cruzeiro com vitória simples derrotou o Fluminense no Mineirão. Com a volta de Ramírez, o time mostrou certa qualidade, mas esteve longe de apresentar o mesmo futebol das outras partidas como na goleada para o Grêmio há duas rodadas atrás. Aliás, o volante cruzeirense além de marcar bem e mostrar a velocidade que lhe é peculiar, ainda fez o gol da vitória que garantiu o Cruzeiro na briga pelo título. O time agora soma 61 pontos e está á três do líder, São Paulo.
Na próxima rodada, o time celeste volta a buscar uma vitória fora de casa, sua grande dificuldade nos últimos jogos. Adilson Batista e seus comandados enfrentam o Naútico, nos Aflitos

sábado, 8 de novembro de 2008

Masters Cup

Masters Cup Xangai 2008


Durante a próxima semana toda, será disputado na cidade de Xangai a Masters Cup de tênis que reunirá melhores tenistas da temporada 2008.


A ausência de Rafael Nadal, melhor tenista da temporada, acirra ainda mais a disputa que ocorrerá nas quadras duras do Qi Zhong Stadium localizado na maior cidade da China.


No sorteio que definiu os grupos, realizado no dia 5, colocou Roger Federer numa tremenda encrenca. O suíço ficou no Grupo Vermelho junto com Andy Murray, Andy Roddick e Gilles Simon. Para o Grupo Ouro foram sorteados Novak Djokovic, Nikolay Davydenko, Jo-Wilfried Tsonga e Juan Martín del Potro.


Grupo Vermelho

Grupo Ouro


Roger Federer (SUI)

Novak Djokovic (SER)


Andy Murray (ING)

Nikolay Davydenko (RUS)


Andy Roddick (EUA)

Jo-Wifried Tsonga (FRA)


Gilles Simon (FRA)

Juan Martín del Potro (ARG)




No Grupo Vermelho, Federer vem em desvantagem no confronto direto contra todos os outros tenistas do grupo esse ano. Murray e Simon cresceram muito no final da temporada e estão jogando um tênis de altíssimo nível. O americano Andy Roddick vai ter que encaixar muito bem o seu saque, que é o mais rápido do circuito para poder ter alguma chance de se classificar.


O Grupo Ouro está mais equilibrado mas está mais fraco que o Grupo Vermelho. Novak Djokovic está muito inconstante nesse final de temporada igual o russo Nikolay Davydenko que também não vive seus melhores dias. Com isso, que pode se aproveitar é Juan Martín del Potro que vive o melhor momento de sua carreira mas que vem de contusão e joga em Xangai pensando na final da Copa Davis contra a Espanha. Tsonga é um tenista que demonstrou esse ano que tem chegado e pode surpreender.


A Masters Cup de 2008 promete ser bastante disputada e atrair um grande público que vai se despedir de Xangai e a partir do ano que vem será jogada em Madrid.


Devido ao fuso horário, os jogos serão durante a madrugada aqui no Brasil e serão transmitidos pelo canal fechado Sportv. Para quem curte o tênis da melhor qualidade vale a pena ficar ligado nas transmissões “Canal Campeão”.


quinta-feira, 6 de novembro de 2008

HEGEMONIA PERRELA

Pablo Nogueira

Com larga vantagem e sem nenhuma surpresa. Zezé Perrela foi eleito o presidente do Cruzeiro para o trienio 2009/11. O atual vice-presidente de futebol do clube, conquistou 375 votos, enquanto seu adversário, Márcio Rodrigues recebeu 49.
Com o feito, Zezé dá continuidade na direção da Raposa, a era da família. Desde de 1994, ele e seu irmão, Alvimar de Oliveira Costa, atual presidente, comandam o clube. Na gestão de ambos, o Cruzeiro conquistou 2 Copas do Brasil, 1 Taça Libertadores da América e o inédito campeonato brasileiro em 2003.
Após o anúncio oficial de sua vitória, o próximo presidente do Cruzeiro disse que espera manter a instituição um clube mais respeitado e cada vez maior.

LIGA DOS CAMPEÕES DA EUROPA - 4ª Rodada - Quarta-Feira 05/11/08

Filipe Frossard Papini

Como prometido, segue abaixo o segundo release sobre a Liga dos Campeões. Agora os jogos realizados são de Quarta-Feira. Alguns times se despediram da competição e outros asseguraram vaga para a próxima fase, confira o resumo de cada uma das partidas.

Grupo E

Aalborg-DIN 2x2 Villarreal-ESP
(G.Rossi, 41'; J.Curth, 54'; G. Franco, 75'; A.Due, 81')
A equipe do AaB entrou dessa vez muito mais esperta do que o último confronto no qual tomou seis gols. Houve uma marcação pesada em cima do atacante Llorente do time do Villareal. Porém, mesmo marcando pesado, o time espanhol começou assustando, e não foi atoa que abriu o placar com G.Rossi, em um chute certeiro no canto direito do goleiro Karim Zaza. No segundo tempo o time dinamarques procurou o gol a todo estante, e depois de uma ótima tabela no ataque, enfim, conseguiram empatar, com Curth. Belo gol. Porém, a pressão do Villarreal não terminou, e Franco, que entrou no segundo tempo marcou o dele, depois de um bom passe do 'super-marcado' Llorente. Faltando pouco menos do que 10 min para o fim, Due cobrou uma falta com extrema perfeição e assim terminou a partida. O Aalborg amarga a lanterna do grupo, já o Villarreal disputa a liderança com o Man Utd.

Celtic-ESC 1x1 Manchester United-ING
(S. McDonald, 13'; Ryan Giggs, 84')
O Manchester United, mesmo sendo o visitante, era o grande favorito para esta partida. Todos os torcedores dos Reds já esperavam os três pontos. Mas logo no começo da partida, após uma cobrança de falta e vários toques de cabeça, a bola para nos pés de Scott McDonald, que encobre magestralmente o goleiro reserva Ben Foster, levando o Celtic Park ao delírio. A resposta do United só chegou aos 39' do segundo tempo, com o experiênte Ryan Giggs, ao pegar um rebote, depois de um chute venenoso do português Cristiano Ronaldo em que o goleiro Boruc não conseguiu agarrar firme. O Celtic possuí 2 pontos, juntamente com o Aab.

Grupo F
Fiorentina-ITA 1x1 Bayern de Munique-ALE
(A. Mutu, 11'; T. Borowski, 78')
Um jogo que demonstrava o poderío ofensivo de ambos os lados. Gilardino era o expoente da Viola, enquanto Ribery era quem tentava buscar o alvo pela equipe alemã. Porém, quem conseguiu estufar as redes mesmo foi Mutu, aos 11', após um perfeito cruzamento da direita feito por Zauri, o romeno pegou firme e de primeira, sem chances para Rensing. Desde o início do jogo ficou claro o grande buraco que existe na frágil defesa do Bayern (Lucio e Martín Demichelis), contudo o bom goleiro Michael Rensing sempre aparecia para salvar. Antes do fim, faltando 12' para encerrar a partida, o alemão Tim Borowski completou com gol, uma excelente jogada da equipe alemã, que conduziu a bola com perfeição desde o campo de defesa. Esse resultado não agradou em nada a Fiore, que agora precisa vencer os próximos dois jogos e esperar o deslize dos adversários diretos, e o Bayern precisa de apenas de dois empates em duas partidas para carimbar a passagem para a próxima fase.

Lyon-FRA 2x0 Steaua Bucareste-ROM
(Juninho Permbucano, 44'; Anthony Réveillère, 89')
O Steaua chegou na França com um novo treinador, Dorinel Munteanu, que substituiu Marius Lăcătuş após a derrota por 5-3 diante do Lyon, em Bucareste. Munteanu conseguiu colocar uma boa tática em sua equipe, não concedendo espaços para os hepta-campões franceses, que tentavam chegar ao gol com chutes de fora da área. E foi assim que aconteceu, faltando apenas 1' para o intervalo, Juninho Pernambucano de falta, de uma distância consideravel, colocou o Lyon na frente, demérito também do goleiro Zapata, que pareceu tentar escolher um canto, como se estivesse em um penâlti. Claude Puel, decidiu neste jogo lançar o atacante Benzema isolado na frente, com o apoio dos velocistas Keita e Ederson em cada ponta, o que ofuscou um pouco o potente ataque Frances. No segundo tempo, Puel decidiu mexer nos 3 setores da frente, Delgado, Kallstrom e Piquionne entraram no lugar de Keita, Ederson e Benzema respectivamente, e a mudança não surtiu muito efeito, já que Piquionne voltava muito para marcar. Sem essa força no ataque, sobrou para o lateral-direito Anthony Réveillère fechar o caixão, aos 89' marcou um bonito gol, arrematando no ângulo do goleiro Robinson Zapata. O Lyon é o líder do grupo e depende apenas dele para se classificar. Já o Steaua, depois da partida de hoje, é o mais novo eliminado da competição.

Grupo G
Arsenal-ING 0x0 Fenerbahçe-TUR
O Fenerbahçe manteve as suas esperanças de qualificação para as oitavas-de-final da UCL, ao conseguir fazer o Arsenal conceder um empate perante o seu público, em Londres. Um jogo bem truncado, sem gols, porém bem firme, principalmente nas duas defesas que em momento algum cometeram falhas. A equipe turca foi favorecida pela sorte em algumas ocasiões frente ao adversário que dominou a posse da bola, mas tal feito não atrapalhou aos homens de Luís Aragonés, que ainda sobrevivem. O Arsenal, lamentará a perda de dois pontos diante do lanterna do grupo, embora a recuperação do Porto, na casa do Dynamo Kyiv ter significado que os "gunners", pelo menos, mantiveram a liderança do Grupo G. O Fenerbahçe, ironicamente, acabou a noite mais distante da classificação do que havia começado.

Dynamo Kiev-UCR 1x2 Porto-POR
(A. Milevsky, 21'; Rolando, 69'; Lucho Gonzáles, 90')
O time da casa parecia estar disposto a impor o seu jogo diante de sua torcida, começou a partida super bem, dando uma boa moral para o grupo. Mesmo chutando pouco ao gol, notava-se a superioridade e a tranquilidade de se jogar em casa. Aos 21' Artem Milevskiy recebeu a bola na entrada da área e colocou-a no canto direito do brasileiro Helton. Parecia que o Dynamo iria dominar a partida, pois no primeiro tempo conseguiu um controle de jogo perfeito. Mas o segundo tempo chegou e o Porto voltou mais disposto. Aos 69', Rolando, após cobrança de escanteio, sobe mais do que todos na zaga e acerta um bom cabeceio. Nos acréscimos da partida, após abafar a bola, a equipe portuguesa consegue armar um bom contra-ataque que termina na excelente finalização do argentino Lucho González (que logo após o gol foi expulso, por retirar a camisa). Após o gol notava-se o desespero dos jogadores e da torcida ucraniana. O Porto fecha a rodada com seis pontos seguido pelo Kiev com cinco.

Grupo H
BATE Borisov-BIE 0x2 Zenit St. Petersburg-RUS
(P. Pogrebnyak, 34'; Danny, 90')
Entrosamento! Este foi o fator principal para definir essa partida. A equipe do Zenit, desde a temporada passada vem mostrado um bom plantel, firme, coeso, e com alguns destaques individuaís, sem falar de boas jogadas em conjuto, que foi primordial para sair com a vitória em Minsk. O cérebro da equipe, Arshavin, aos 34' encontrou o bom Pavel Pogrebnyak que não desperdiçou a chance de abrir o placar. Felizmente para o BATE, grande parte do jogo passou-se no outro meio-campo, apesar de as oportunidades serem poucas, mesmo depois da expulsão de Puygrenier, por acumulação de cartões amarelos. O ímpeto de buscar o ataque, fez com que o BATE abrisse espaço na sua retaguarda. Kryvets esteve perto, mas foi Danny que resolveu o jogo, aos 49' do segundo tempo, depois de um contra-ataque supersônico pela esquerda. O português marca um gol de placa, fazendo assim, o resultado final. O Time bielorruso está desclassficado, já o Zenit, busca ainda uma vaga, nem que seja em segundo colocado.


Real Madrid-ESP 0x2 Juventus-ITA
(A. Del Piero,17; A. Del Piero,67')
Alessandro, Alessandro, Alessandro... Entoa o grito a torcida visitante. Del Piero foi o nome da partida, marcando dois belíssimos gols, o artilheiro da competição (junto com Berbatov, Messi e Gerrard), praticamente confirmou a "Vecchia Signora" para a próxima fase. Logo no ínicio, precisamente aos 17', Del Piero carrega a bola na intermediária da área dos donos da casa, e arremata a direita de Cassilas, sem chances para o mesmo. O Real reagiu e, com cruzamentos da esquerda, criou duas excelentes oportunidades para empatar antes do intervalo. Wesley Sneijder serviu Sergio Ramos, que estava isolado no segundo pau, mas o lateral-direito chutou mal, a bola bateu no chão e passou sobre a gol. Pouco depois, Drenthe cruzou para Diarra, que cabeceou muito para o alto. Aos 67', Sissoko recebe falta na entrada da área, e o nome do jogo, Alessandro Del Piero, parte para cobrança e silencia novamente o Santiago Bernabéu, Cassilas sequer se moveu para tentar buscar a bola, excepcional cobrança! O capitão da Juve ficou a poucos centímetros de conseguir um sensacional "hat-trick", que teria sido a melhor forma de comemorar 34 anos, que realiza no dia 9 de Novembro, mas dois gols bastaram para os visitantes fazerem a festa.O Real fica agora obrigado a conseguir um bom resultado contra o BATE Borisov na quinta rodada, enquanto os italianos vão jogar na casa do FC Zenit St. Petersburg para tentar assegurar o primeiro lugar.


quarta-feira, 5 de novembro de 2008

LIGA DOS CAMPEÕES DA EUROPA - 4ª Rodada - Terça-Feira 04/11/08

Filipe Frossard Papini

Primeira postagem no Blog sobre futebol internacional, e iremos começar falando sobre a Liga dos Campeões da Europa (Champions League). Considerado hoje, o maior e mais disputado campeonato de futebol na Europa. Nesta liga, como o próprio nome já diz, estão os melhores times do continente europeu, classificados depois de um processo de uma temporada inteira, cada clube em seu país, e com seguimentos diferentes de seleção. De fato, é o torneio com mais craques e de maior investimendo no mundo inteiro. A UCL (UEFA Champions League) é "o sonho" para qualquer jogador no mundo, disputar ao menos uma partida, talvez seja mais cobiçado do que até a própria Copa do Mundo.

O torneio, em sua fase atual de grupos, ja vem sendo disputado desde setembro, portanto, vamos começar falando da 4ª Rodada, e acompanharemos daqui pra frente, até a grande final.


Grupo A
Cluj-ROM 1x2 Bordeaux-FRA
(Gourcuff, 6'; Dani, 9'; Wendel, 38')
Novamente o time francês vence o time romeno, porém desta vez fora de casa. O jogo já começou a todo vapor, e antes dos 10 minutos inciciais, o placar já contava com um gol para cada lado. Mas ainda no primeiro tempo da partida, o ex-cruzeirense Wendel, em cobrança de falta coloca o Bordeaux na frente denovo. O azarão Cluj não conseguiu empatar, e se complica bastante na competição.


Roma-ITA 3x1 Chelsea-ING
(C. Panucci, 34'; Vucinic, 48'; Vucinic 58'; Terry'75)
O Chelsea começou um pouco melhor, porém a Roma mostrou seu poderio em casa, e espantou uma urucubaca, e contra um time de nível mundial. Aos 34' após uma pane geral da defesa do Chelsea, Cristian Panucci empurra para as redes após um bom cruzamento de Cicinho. Depois deste gol, o jogo foi inteiro da squadra italiana. Aos 48', Cech estava um pouco adiantado, e com um belo chute de fora da área, Vucinic aumenta o contador, e coloca a Roma com dois tentos a zero. Dez minutos depois, Vucinic aparece novamente, fazendo uma jogada individual pela ponta esquerda e empurra para as redes, dessa vez, sem chances para o goleiro checo. A equipe de Felipão ainda tentou esboçar uma reação, mas era tarde demais, Terry aos 75' empurrou para as redes, depois de um bate-rebate na área, e em posição duvidosa. Por fim a Roma, em casa, sai bem satisfeita com o resultado, já Scolari...


Grupo B
Anorthosis Famagusta-CHP 3x3 Internazionale-ITA
(Balotelli, 13'; Bardon, 31'; Materazzi, 44'; Panagi, 45'; Frousos, 50'; Julio Cruz, 80')
Considerado por muitos um time que não ganharia sequer uma partida na fase de grupos, o time do Chipre vem fazendo bonito até então na UCL. O jogo de hoje, podemos resumir em uma breve frase: "Muita... muita sorte dos donos da casa...". A partida começou com uma pressão intensa da equipe do brasileiro Júlio César, e não demorou muito para marcar, aos 13', o jovem Balotelli, demonstrando um bom faro de gol, em seguida a bela cobrança de falta de Ibrahimović, deixa sua marca. Após uma falha tremenda do argentino Burdisso, o Anorthosis chegou ao empate com Cedric Bardon, aos 31'. Mas um minuto antes do intervalo, o zagueirão Materazzi deixa a equipe italiana novamente na frente, cabeçeando a bola, depois de uma boa cobrança de escanteio. Como a sorte estava do lado dos cipriotas, nos acréscimos do primeiro tempo, Panagi deixa tudo igual novamente, depois da tentativa de abafar a pressão do outro argentino, Cambiasso, chutando contra a cabeça do atacante do Anorthosis. Falando em sorte, novamente ela apareceu para os donos da casa. Aos 50', após um cruzamento de Bardon na direita, novamente o argentino Burdisso tentou o corte de cabeça, mas a bola resvalou no estômago de Nikolaos Frousos, que, com o pé direito, bateu o goleiro Júlio César. Porém, faltando 10' para terminar a partida, o goleiro albanês Beqaj, não teve qualquer chance de evitar o cabeceamento do (outro) argentino Julio Cruz, após um canto de Balotelli a dez minutos do final. O empate foi comemorado com um gosto de vitória, ou porque não, de título pela torcida cipriota, que termina a rodada na vice-liderança do grupo B.

Werder Bremen-ALE 0x3 Panathinaikos-GRE
(Mantzios, 58' ; Karagounis, 70' ; Tziolis, 83')
A equipe alemã tinha tudo para sair com a vitória contra o modesto Panathinaikos, mas não foi isso que ocorreu. No primeiro tempo houve chances e erros grotescos de ambos os lados, oportunidades de gols não foi desculpa. Porém, a equipe grega foi mais feliz e conseguiu se impor fora de casa. Aos 58', Tziolis encontrou Mantzios na entrada da área, que no meio de dois defensores fez um bonito gol. A pressão dos visitantes continou e Karagounis, aos 70', acertou o pé, e marcou de fora da área um belíssimo gol, aumentando assim a vantegem para 2xo. O Werder partiu pra cima, mas não foi o suficiente, pois em um erro de passe, o PAO roubou a bola depois da falha do zagueiro Per Mertesacker, e em um belo contra-ataque, conseguiu chegar ao seu terceiro gol na partida, Tziolis, aos 83', acertou de fora da área um chute bem estranho, escorregando no gramado, porém, sem chances para o goleiro Wiese. De fato, o Bremen é a zebra deste disputado grupo.

Grupo C
Sporting-POR 1x0 Shakhtar Donetsk-UCR
(Derlei, 73')
Foi o jogo de um Brasil na Europa, devido aos muitos jogadores tupiniquins em campo. Contudo não foi um "jogo de compadres", muito pelo contrário, foi bastante disputado e truncado no primeiro tempo. Ambos os times jogaram muito no meio-campo, conseqüência disso foram as poucas chances de gols. Com exceção de contra-ataques, erros e acertos individuais. O gol mesmo só saiu aos 73' minutos após uma boa jogada do meio-campista Izmailov, que só assistiu o brilho do brasileiro Derlei (que tinha entrado na partida a menos de 5 minutos) empurrar para as redes a bola bastante açucarada que lhe apareceu. O brasileiro Jádson ainda tentou descontar para os visitantes, mas foi bem evitado pelo goleiro Rui Patricio. Com a vitória, o Sporting se distancia bem do 3º e 4º colocado.

Barcelona-ESP 1x1 Basel-SUI
(Messi, 62'; Derdiyok, 82')
Outra surpresa da rodada. O Barcelona tinha de tudo para liquidar de vez a partida, já que na 3ª rodada enfrentou o mesmo Basel, na Suíça, e enfiou-lhes um sonoro 5x0. Porém, mesmo com o empate, o Barcelona já carimbou sua passagem para a próxima fase. O jogo propriamente dito foi bem disputado. Obviamente o Barcelona comandou o jogo, com uma disciplina tática impecável e com jogadas bem definidas pela velocidade de Iniesta e pelo talento de Hleb. Aos 60' Bojan Krkic é substituído pelo talentossísimo jovem Messi, que marcou um gol, dois minutos depois, após uma boa jogada individual. A equipe merengue ainda perdeu seu principal meio campo, que se machucou. Iniesta saiu e quem adentrou aos gramados foi o camaronês Samuel Eto'o. Contudo, a lesão do meio campista espanhol não foi desculpa para o gol sofrido, faltando menos de 10' para o fim da partida, o também talentoso, Derdiyok marcou para os russos, que por sinal foi um belo gol do jovem suíço. O Basel já está desclassificado da UCL, amarga a última colocação com apenas um ponto.

Grupo D
Liverpool-ING 1x1 Atlético de Madrid-ESP
(Máxi Rodriguez, 37'; Gerrard 90')
Clássico da rodada! Com certeza era o jogo mais aguardado de hoje pelos fãns de futebol, mesmo com a ausência dos craques Sérgio 'Kun' Agüero pelo Atlético e Fernando 'El Niño' Torres, pelo L'pool. Todavia, o belo jogo foi ofuscado pelos erros de arbitragem. A partida começou animada, os dois times tiveram reais oportunidades para concluír em gol. Mas foi aos 37', que enfim saiu o primeiro tento, com uma simplicidade tremenda. A jogada iniciou-se com um passe em profundidade do zagueiro John Heitinga, para Antonio López no flanco direito que cruzou com perfeição, para Maxi, o argentino retirou Jamie Carragher do caminho com apenas um toque, antes de rematar para o fundo das redes do goleiro Pepe Reina. No segundo tempo, era só pressão do time inglês, aos 70' criou-se uma boa oportunidade, mas a mesma parou na trave. O Atlético, que só veio a usar Agüero, faltando 20 minutos do fim, pouco ou nada trouxe de novo, parecia estar preparado para uma fase final avassaladora, até que Gerrard se jogou na área, e o árbitro interpretou como penalti. O próprio Gerrard cobrou bem e conseguiu o empate. As duas equipas estão com oito pontos e cinco de vantagem sobre o Olympique de Marseille e PSV Eindhoven, bastando uma vitória para garantirem a classificação.


Marseille-FRA 3x0 PSV-HOL
(Kone, 30'; Niang, 63'; Niang, 71')
Domínio total dos franceses! Brilha a estrela do jovem artilheiro Niang e da grande promessa, Hatem Ben Arfa. Finalmente o Marseille conquista sua primeira vitória nesta edição da Liga dos Campeões, e ainda conseguiram passar o PSV, lutando assim por uma briga na classificação pra UEFA. O Primeiro gol foi marcado aos 30', após boa jogada de Ben Arfa, encontrou Kone na área que só teve o trabalho de tirar o goleiro Isaksson da jogada. Chegou o segundo tempo e o PSV tentava atacar pelos flancos, mas nada muito perigoso para a baliza de Mandanda. Ben Arfa estava iluminado, arriscou bons chutes de fora da área, e por fim, aos 63' conseguiu uma boa assistência para Niang aumentar o placar para 2x0. Hoje sim, foi o dia do ex-lyones, Ben Arfa, aos 71' novamente ele apareceu, desarticulando a fragil defesa holandesa e denovo coloca seu parceiro Niang na cara do gol. Enfim, não precisa dizer que o nome do jogo foi Ben Arfa, não é mesmo?... Ambas as equipes tem chances remotas de alcançar a vaga para a próxima fase.


terça-feira, 4 de novembro de 2008

VALEU FELIPE !

CRÔNICA ESPORTIVA: Para um mau entendedor nem um grito basta

Hugo Medeiros

Região da Lagoinha, 11:23 da manhã. O bar estava cheio, todo mundo tenso, apreensivo. De repente, um grito: Perigo, ladrão!

Ela já estava a um passo da calçada, e bum!

Flashes vinham na sua memória: Um mar de gente. Um mar de mãos. O teto de um carro. Barulho. Enjôo. Luzes brancas, paredes brancas, uniformes brancos. Em filme nunca morre, ela pensou. Estou é num hospital. E estava mesmo.

A batida foi forte. Fratura exposta. Mas quando as pessoas têm condição de pagar um plano de saúde, as coisas ficam mais fáceis. Quarto com frigobar, enfermeira, banheiro exclusivo, tv a cabo. Parecem estar de férias. Uma maravilha. Mas nem tudo é um paraíso. Antes do quarto, havia a Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Doía demais. O corpo todo. Da unha do dedão do pé até o último fio de cabelo. Os médicos chegaram a cogitar a hipótese de uma amputação. E pior, uma não, duas, as duas pernas. A mãe rezava, chorava, não entendia por que logo a filha, pessoa tão boa, tão linda, tão prestativa, um exemplo para todos que a conheciam. Chegou até a desconfiar de Deus, depois arrependeu-se tanto que acabou arranjando outro sofrimento.

Os familiares discutiam se ela iria ou não sobreviver, como consolariam a mãe, quem iria dar a primeira cadeira de rodas.

Após doze horas de operação, os médicos apareceram. A mãe, aos prantos, pedia-lhes para não esconderem nada. E eles não esconderam. A operação havia sido um sucesso.

Passado uma semana, ela já estava no quarto.

As lembranças começaram a aparecer. Primeiro lembrou a roupa que usara naquele dia. Vestido florido tênis branco, um relógio, um anel, um colar. Ah, e uma bolsa de couro marron, de onde todos os seus documentos saltaram para o meio da rua.

Lembrou dos rostos que a olhavam, das bocas se mexendo. O que estariam falando, afinal?

E entre todos aqueles rostos, lembrou-se de um que, mesmo ali, deitada, havia fixado o olhar por um bom tempo. Um homem moreno, alto, magro, olhos negros, camisa do Flamengo. O primeiro a chegar e segurar-lhe a mão.

Enfiou na cabeça que, assim que melhorasse, iria atrás daquele homem. O homem que lhe deu forças para agüentar a chegado do resgate, que lhe deu alguns preciosos minutos de segurança. Como ele seria? Casado? Solteiro? Desquitado? Divorciado? Teria filhos? Seria trabalhador? Ou um ladrão? Ou um jogador? Ou só mais um torcedor desempregado, com aquela camisa horrorosa, suada, desbotada de tanto uso? As perguntas eram muitas, e as respostas teriam que esperar.

Dez meses se passaram, e a recuperação era quase total. Ainda andava com certa dificuldade, mas nada que a impedisse de buscar suas respostas. E assim ela o fez.

Chovia muito. Mesmo com sua sombrinha gigante, dessas compradas no Shopping Oi, seus pés estavam encharcados. Pegou um táxi, e foi seguir seu destino.

No caminho, contou ao taxista, um homem muito pequeno, com o nariz e as mãos enormes, toda a sua história. O comentário dele? Legal. Mais nada.

Desceu do táxi. Não agradeceu ao motorista. Nem lhe desejou bom trabalho. Achou ele um grosso, mal educado

Chegando ao local, não ficou tensa como achou que ficaria. Ao contrário do que imaginava, tinha superado tudo. Ou então estava tão fixada com a aventura de encontrar aquele homem, que esqueceu-se do que havia acontecido ali.

Começou a andar por todos os bares, imaginando de que lugar teria saído aquele homem. Perguntou no primeiro bar, descreveu o pouco que lembrava em detalhes, e nada.

No segundo bar, ao bater nas costas do balconista para pedir a informação, não acreditou! Era ele! Mas já, ela pensou. E a aventura que planejei durante dez meses, todos os dias? Chegou ao fim? Sim, tinha chegado ao fim. Mesmo sem aceitar a situação, chamou o estranho para tomar um café.

Sentaram, conversaram, e quando ela estava indo embora, teve uma última informação que se não tivesse sido trágica, seria engraçada: Ele havia feito ela correr para o outro lado da rua. Como? Ele havia gritado “perigo, ladrão”. Por quê? Ele estava naquele bar, assistindo a uma partida de futebol entre Brasil e Argentina. O “perigo, ladrão” não era para ela, nem para qualquer um que estava no bar. Era para um jogador brasileiro que, descuidado, perdeu a bola para um argentino.